Início Destaque

Delação: Burity diz que Livânia ‘gostava de ser poderosa’

O ex-secretario executivo de Turismo do Estado, Ivan Burity, investigado na Operação Calvário, revelou, em acordo de delação premiada, detalhes do funcionamento da organização criminosa desmantelada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Leia também:

Ivan Burity falou ainda sobre Livânia Farias, Gilberto Carneiro e Edvaldo Rosas. Trechos do depoimento se tornaram públicos durante o fim de semana. Veja resumos e vídeos abaixo:

Livânia Farias

Ela gostava de ser poderosa”, disse Ivan Burity Burity, sobre Livânia Farias. Na delação, ele diz que não sabe ao certo o tamanho do patrimônio construído pela ex-secretária de Finanças, mas afirma ter se surpreendido com ostentações de veículos de luxo e alertado Livânia sobre os riscos.

“Me chocava chegar lá e encontrar uma BMW no estacionamento da secretária. Por vezes, uma Mercedes. E eu cheguei a dizer a ela: tu não tem televisão em casa não?. Lava Jato com a mulesta e você deixar o carro oficial em casa e parar no estacionamento da secretaria uma BMW num dia e no outro uma Mercedes? Eu disse: rapaz, vou te dar uma televisão de presente, porque acho que tu tá assistindo pouco“, relatou Burity, acrescentando que Livânia minimizava o ‘conselho’, chegando a perguntar se ele estava “ficando frouxo”.

Gilberto Carneiro

“Eu ouvi falar de terra na Bahia”, citou Ivan Burity, ao ser questionado se o ex-procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, também dava sinais de enriquecimento. No entanto, o ex-secretário executivo de Turismo preferiu manter certo distanciamento do assunto. Segundo ele, por não ter informações realmente precisas. “Mas nunca vi essa montagem de patrimônio. [De ver que ele] comprou isso ou comprou aquilo. Não vi. Eu sabia da história jurídica, que ele tinha um escritório”, ponderou.

Edvaldo Rosas

Ivan Burity relata que foi orientado por Edvaldo Rosas, ex-presidente do PSB, a desviar parte das propinas, embora a ordem inicial fosse repassar os valores integralmente a Livânia Farias.

“A abordagem de Rosas feita a mim e, posteriormente, a Gilberto, ocorreram no início da campanha de Estela. Eu me lembro claramente que uma delas foi na inauguração de um comitê, quando ele disse: olha, isso aí tem que ser assim, assim, assado. Então quando os números eram imprecisos, quando Livânia não os conhecia, eu, ao receber os recursos, levava para a minha casa, tirava parte, restaurava a embalagem e entregava a Laura [assessora de Livânia Farias]”, alega.

Viagens e propinas para campanha

Na delação, Ivan Burity também mencionou viagens para negociação de propinas. Em uma das ocasiões, em 2014, R$ 300 mil foram retirados de uma propina de R$ 1,2 milhão como para “saldar um compromisso de campanha”.

Canal 40

O ex-secretário executivo de Turismo falou ainda que a construção do Canal 40, sede de campanha do PSB, foi construída “de forma velada, sem contratos formais com empresas”. “Planilhas de custos foram submetidas a Ricardo e a Livânia”, relatou Ivan.

Comentários

  • Gutto disse:

    Minha raiva que ex. Governador está solto e tem esses vagubados devendedo esse ex governador. Esse procurador da estado que não trabalha que blog vagubudo que é o Senhor Tião Lucena e esse profensor da UFPB que faz ano que não dar aula que o Flávio Lúcio. Essa vereadora Sandra marrocos que ficou comemorado sultura do ex governador. E outra o atual governador tem que renuciar porque eleição dele foi com dinheiro roubado. E povo paraibano calando eu fico com tanta odeio que justiça não faz nada.

  • Itapuan Cunha disse:

    Amigos meus, aqui na Bahia, comentaram que esses políticos daí, que roubaram o dinheiro do povo, indiscriminadamente, merecem uma bela cadeia, a começar pelo ex-governador. Unidos pela corrupção foi o motivo de duas eleições desse governador inexpressivo e, ainda, elegeu um “poste” para sucede-lo. Repetiu a façanha do seu idealizador, o ex-presidente Lula. Mas Justiça dos homens falha, mas a Deus é implacável.

  • Marcelo Gomes disse:

    UMA AVE DE RAPINA FALANDO DAS OUTRAS. DEVIAM MOFAR NA CADEIA.

  • Alek disse:

    Enquanto eu digito aqui a indignação com esses lixos da coisa publica,tem algum vereador ou prefeito vagabundo escondendo dinheiro na cueca,ou uma bandida ou bandido como livania e esse Ivan,por ai luxando e esbanjando ,cuspindo na cara da sociedade!! Bando de pilantra!!

  • Carlos disse:

    Política virou profissão no país e a esquerda, que deveria lutar pelo povo, dá com uma mão e tira com a outra. Que vergonha desses sujeitos.

  • Perdão dos perdões disse:

    Se O Ivanzinho Burity tirava parte do dinheiro sujo ou do furto, quando ia buscá-lo e transportá-lo, segundo a adágio secular pátrio, jurisprudência popular de nossos ancestrais, diz-se o seguinte: “- Ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão”

  • igor disse:

    Vai livânia de agora em diante pousar em BMW tudo que vem fácil vai embora fácil, fica poderosa agora nas barbas do ministério público, pq vc nun canta marra agora , é prá ser presa dinovo , agora querendo ser coitadinha, vc sabia que um dia a casa cairia, mais a ganãncia era tanta que nem pensava nisso, porque o dinheiro que vc pegou de propina não te livra do ministerio público?
    bando de corruptos.

  • gilberto silva disse:

    Ladrão pobre que roubar celular e pego na rua e o povo baixa o cacete, dar para largar o mofo e porque estes ladrões ricos tambem não levam pau, o pau que dar em chico dar em francisco tambem, tem que baixar o cacete nestes vagabundos.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.