Grande João Pessoa

São Domingos

#SouRepórterCorreio

TV Correio

disputa-por-prefeitura-gera-embate-entre-aliados-em-cabedelo
Sales Dantas e Vitor Hugo travam embate em Cabedelo (Foto: Divulgação)

Disputa por prefeitura de Cabedelo gera embate entre aliados de Azevêdo

Clima esquentou na disputa pela Prefeitura de Cabedelo, com um embate entre o prefeito interino Vitor Hugo (PRB) e o presidente do PSB Municipal, Sales Dantas

184
COMPARTILHE

O clima esquentou na disputa pela Prefeitura de Cabedelo, com um embate entre o prefeito interino Vitor Hugo (PRB) e o presidente do PSB Municipal, Sales Dantas. Os dois já se apresentam como pré-candidatos ao pleito suplementar, previsto para acontecer até fevereiro.

Tudo começou quando Vitor Hugo declarou que contará com o apoio do governador eleito João Azevêdo para sua candidatura e anunciou que não aceita a indicação do nome de Sales Dantas para compor como seu vice.

“Aceitaria qualquer um, menos Sales”, disparou Vitor. Apesar do empenho na campanha de João Azevêdo na cidade, Vitor Hugo sempre foi excluído das articulações pelo comando do PSB de Cabedelo.

Vitor Hugo não revelou nomes, mas adiantou que tem conversado bastante com o PDT na cidade. O prefeito ponderou que o posicionamento indefinido de Sales põe em desconstrução os 18 mil votos que o PSB recebeu na eleição de Azevêdo.

Já Sales Dantas, rebateu de imediato as declarações do prefeito interino, afirmando que em nenhum momento houve indicação de seu nome para ocupar uma eventual vice, já que o partido trabalha para participar ativamente da disputa, com candidatura própria.

“Eu quero deixar bem claro que não houve uma indicação de meu nome para a vice numa possível composição com o prefeito Vitor Hugo. Isso não aconteceu. Na verdade o partido tem discutido o momento vivido em Cabedelo de forma muito sensata, como qualquer sigla que se preza. Um partido do tamanho do nosso, com um projeto político revolucionário para o Estado, que é o PSB, sob o comando do nosso governador Ricardo Coutinho e João Azevêdo, nós não podemos deixar de participar de um processo como este. Agora eu só digo que sou apoiado por alguém quando eu trato com as pessoas sobre isso. Eu não fico dizendo que sou apoiado por uma pessoa sem nem ter tratado com o partido”, declarou.

Sales Dantas disse ainda que o partido vai se reunir e tomar uma deliberação sobre o pleito. Mas reafirmou sua disposição de concorrer. “Eu só tomo atitude se antes eu conversar com Edvaldo Rosas. Eu não sou capitão nem general, eu sou um soldado, eu sou um pescador que calça sandália de pescador, eu não sou esse bobo para estar falando besteira e depois ter que engolir o que fala. Então eu não entendo porque Vitor Hugo teve essa rejeição ao meu nome. Primeiro eu não tenho nada contra ele. Além disso, ele não é o dono de Cabedelo”, comentou, afirmando, que em  nenhum momento o PSB se posicionou em apoio à candidatura de Vitor Hugo.

Eleição

O pedido de nova eleição em Cabedelo será submetido hoje ao Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) pelo presidente, desembargador Romero Marcelo, quando será designado um relator para elabora a resolução que disciplinará o pleito e o calendário eleitoral.

Desabafo

Sales disse que sempre seguirá as orientações do partido porque faz política com lealdade.

 

*Adriana Rodrigues, do Jornal CORREIO

Os comentários estão desativados.

Notícias mais lidas