Início Geral

‘Distritão’ é tema de debates durante evento em João Pessoa

A implantação do sistema ‘distritão’, que permite a eleição dos candidatos mais votados, já a partir das eleições do próximo ano, dividiu opiniões dentre os palestrantes do Seminário Reforma Política e Eleitoral, realizado nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, na Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB), no Centro de João Pessoa.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Para o Sub-Procurador-Geral da República, Luciano Mariz Maia, a implantação desse sistema é um erro grave que afetará as minorias, permite que a força do poder econômico se sobreponha à vontade das ideias compartilhadas por um partido.

Segundo ele, o mais urgente nesse momento seria o voto majoritário, com a constituição de distritos para evitar que candidatos caiam de para quedas com dinheiro em busca de votos. “Basta você olhar nas eleições anteriores quantos candidatos se elegeram sem possuir uma história partidária e vivência na Paraíba. Então esse é cuidado que o eleitor deve ter ao escolher os seus representantes”, comentou.

Já a deputada estadual, Daniella Ribeiro (PP), se disse favorável à implantação do modelo no país. A parlamentar acredita que o distritão vai democratizar a disputar e evitar que, muitas vezes, candidatos com votações inexpressivas sejam eleitos em detrimento aos que tenham tido uma boa votação.

Ao justificar seu posicionamento, a deputada disse já ter vivenciado situações em que o candidato fica a mercê de partidos e de outros candidatos que ficam ameaçando desistir ou pressionando para conseguir ajuda. “A partir do momento em que os mais votados se tornam os eleitos, isso fortalece o processo, até porque, a população tem tido a postura de votar no político”, frisou.

Questionada se o sistema distritão favorece aos atuais detentores de mandatos, Daniella disse que toda reforma vai apresentar falhas, que deverão ser corrigidas com o passar do tempo. “Toda reforma vai ter falhas que vão precisar ser repostas com o tempo, mas entendemos que o eleitor fará sua escolha a partir da avaliação de cada candidato, por isso entendemos que o modelo distritão fortalece o processo”, afirmou.

Mudanças necessárias

A deputada Daniella Ribeiro também disse que outros temas devem ser submetidos alvos de uma mudança, como é o caso do financiamento das campanhas.

Outra mudança que deve ser debatida, segundo ela, é o fim ou não das coligações proporcionais. No entanto, ela se mostrou preocupada com a possibilidade de não haver tempo hábil para que as mudanças sejam aprovadas para o pleito do próximo ano. “A questão do financiamento das campanhas é uma necessidade, assim como o fim das coligações, agora o que nos preocupa é que só temos até outubro para que essas mudanças sejam aprovadas”, arrematou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.
 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.