Início Geral

Ex-presidente de Câmara é suspeito de transferir R$ 226 mil para conta da mãe, na PB

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que apura supostos crimes praticados na gestão do ex-presidente da Câmara Municipal de Cabedelo, Lucas Santino, identificou o pagamento de R$ 345 mil por serviços que não teriam sido prestados à Casa. Desse montante, R$ 226 mil teriam sido depositados na conta corrente da mãe do ex-presidente da Câmara. Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Antônio do Vale disse que a informação foi confirmada através de ofício pela Caixa Econômica Federal. Ele lembrou que o pagamento foi feito no “apagar das luzes” da gestão passada.

Ainda segundo o presidente da CPI, não há registros de nenhuma licitação ou contrato que justificasse o serviço. “Sequer temos o registro de que o serviço tenha sido feito na Casa. Também não conseguimos localizar a empresa e nem os seus responsáveis”, revelou.

Antônio do Vale revelou que a Câmara continuará apurando todos os fatos denunciados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e pela própria população.

O Portal Correio tentou contato com Lucas Santino, mas ele não atendeu as ligações, nem respondeu às mensagens visualizadas no WhatsApp. 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.