Moeda: Clima: Marés:
Início Cultura

Festival da Cultura Indígena tem apresentações artísticas, culinária e artesanato

Pogramação traz apresentações artísticas elencadas nas próprias aldeias Potiguara, que são 32, e Tabajara (2), espalhadas também por outros municípios
Casarão dos Lundgren (Foto: Divulgação/Sercom-PB)

O 1º Festival da Cultura Indígena, que será realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (SecultPB), neste sábado (6), em Rio Tinto, no Litoral Norte, terá na programação apresentações artísticas elencadas nas próprias aldeias Potiguara, que são 32, e Tabajara (2), espalhadas também pelos municípios de Marcação, Baía da Traição e Conde.
 
As apresentações, que começam às 9h e vão até as 19h, envolvem música e dança, com grupos de cirandas, apresentação de expressões como o Toré e coco-de-roda, além de exposição da culinária, de artesanato, fotográfica e outras manifestações culturais indígenas.
 
O evento organizado pela SecultPB tem apoios da Secretaria de Estado da Mulher e Diversidade Humana e das Prefeituras do Conde, Marcação, Baía da Traição e Rio Tinto.

O local escolhido para o Festival, em reunião da SecultPB com o cacique geral para 32 aldeias, Sandro Gomes Barbosa, Elias Jerônimo de Lima (cacique da Aldeia Tramataia) e José Ciríaco (o Capitão Potiguara, liderança tradicional), foi o Casarão dos Lundgren, uma construção de estilo alemão do início do século passado, hoje sob a tutela dos povos Potiguara. Os ambientes do festival serão montados no grande pátio que fica na frente e nos lados do prédio, que foi usado como residência pela Família Lundgren.

O prédio está estrategicamente edificado numa área alta da cidade e fica ao centro de um grande terreno coberto por grama, por isso ideal para a realização do Festival Indígena.

O casarão é uma requintada residência de quartos e salões amplos, de primeiro andar, com grandes portas em madeira de lei e a presença de mármore italiano. As paredes muito largas e os tijolos ocre aparentes são uma característica da arquitetura alemã da época, seguindo o padrão das demais instalações que os Lundgren construíram em Rio Tinto, em que se destaca a famosa indústria têxtil, que funcionou até os Anos 80.

Programação

9:00TORÉ DE CACIQUES32 ALDEIASDANÇA 
9:30FALA OFICIAL DE ABERTURA 
9:45JAILSON DOS SANTOS AURELIANOSÃO FRANCISCOTOCADOR 
10:00JOSÉ ROBERVALALTO DO TAMBARPOESIAS 
10:15DIOMAR SOARES DA SILVAJACARÉ DE CESARDANÇA 
10:30HELSON SINECIO DA SILVABREJINHOCANTO EM TUPI 
10:50AMANDA SOARES DA SILVATRAMATAIACOCO DE RODA 
11:20MARIA DA CONCEIÇÃO DE OLIVEIRAJARAGUÁTORÉ 
12:00BRUNO SIPRIANO DA SILVACUMARUCOCO 
12:30ALMOÇO    
12:50ROSIMERE BEZERRA GEZUINOJARAGUABURRINHA 
13:00JOCÉLIO DA SILVAESTIVA VELHACIRANDA 
13:30MANUEL PEREIRA DOS SANTOSBREJIMHOFLAUTA 
14:00ELIZANGELA PADILHA CRUZJARAGUABONECA SUZY 
14:15MARIA GOMES BERNARDOJACARÉ DE CESARDANÇA 
14:45PAULO DOS SANTOS MACIELTAGUARATORÉ YBY-RAPÓ 
15:00WINDELANE PEREIRA DOS SANTOSYBYKUARADANÇA PORÂNG 
15:30MARIA APARECIDA AZEVEDO DA SLVATRÊS RIOSTEATRO 
16:00CARLOS BATISTA DE SOUZABARRA DE GRAMAMETORÉ 
16:30PATRICIA GABRIEL DA SILVALAGOA DO MATOCIRANDA RODA 
17:00CREUZA GOMES DA SILVAFORTETORÉ 
17:30JOSÉ MARIO CAZUSA DOS SANTOSJARAGUÁLAPINHA 
17:50MARILENE LORENÇO DE OLIVEIRALARANJEIRACOCO DE RODA 
18:30GUARACY CIRIACO DA SILVASÃO FRANCISCOTORÉ 
19:00IVANILDA DA ROCHASILVA /DANIEL DA SILVA AZEVEDOA. TAMBAR/ BREJINHOTORÉ

Palavras Chave

Cultura

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.