Açudes

Crowdfunding

Acidentes

TV Correio

Levantamento é feito pelo Procon (Foto: Reprodução/TV Correio)

Gasolina pode custar até R$ 4,30 em JP; veja onde está mais barato

Levantamento foi realizado na última sexta-feira (11), fiscalizando 83 postos de João Pessoa. O preço do litro do álcool à vista apresentou variação de 34,24%

606
COMPARTILHE

O menor valor à vista, em dinheiro, para o litro da gasolina e João Pessoa foi encontrado a R$ 3,999, enquanto o maior foi de R$ 4,199, uma variação de 5%. Se o pagamento for realizado pelo cartão de crédito ou débito, os valores sobem para R$ 4,060 e R$ 4,299, respectivamente, uma variação de 5,89% e diferença de R$ 0,239. Confira a pesquisa completa aqui, divulgada nesta terça-feira (16) pelo Procon do Estado.

O levantamento foi realizado na última sexta-feira (11), fiscalizando 83 postos de João Pessoa. O preço do litro do álcool à vista apresentou variação de 34,24%, com diferença de R$ 1,020. Os pessoenses podem comprá-lo à vista em dinheiro por preços que vão de R$ 2,979 a R$ 3,999. Já na modalidade de débito ou crédito, o preço varia de R$ 2,999 a R$ 3,999.

Gasolina Aditivada

O litro à vista apresentou diferença de R$ 0,54 e está custando entre R$ 3,999 até R$ 4,540, variação de 13,53%; agora se o consumidor desejar pagar no cartão, a gasolina aditivada pode variar de R$ 4,090 até R$ 4,399.

Diesel Comum 

O preço do litro pago em dinheiro tem diferença de R$ 0,31, variação de 9,43%; de R$ 3,289 até R$ 3,599. No pagamento via cartão, a variação é de 12,12% e diferença de R$ 0,40. O diesel comum pode custar no cartão de R$ 3,299 até R$ 3,699. Já o litro do diesel S10 apresentou variação nos preços de 24,28%, uma diferença de R$ 0,849 e pode custar à vista de R$ 3,459 até R$ 4,299; já no cartão é de R$ 3,299 até R$ 3,699.

GNV

O metro cúbico apresentou variação nos preços de 0,95% e pode estar custando à vista ou no cartão de R$ 3,169 até R$ 3,199.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas