Moeda: Clima: Marés:

George Coelho participa da entrega de pauta municipalista aos presidentes do Senado e da Câmara antes de mobilização

Dirigentes estão preocupados com o avanço das pautas-bombas aprovadas recentemente no Legislativo
George
Foto: Divulgação

O presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) e membro do Conselho Político da Confederação Nacional de Municípios (CNM), George Coelho, participou, em Brasília, da entrega de pauta com demandas municipalistas aos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara, Arthur Lira, antes da Mobilização Municipalista que aconteceu nessa terça-feira (5). Os dirigentes estão preocupados com o avanço das pautas-bombas aprovadas recentemente no Legislativo que irão impactar significativamente as receitas municipais.

Entre as demandas estão o piso da enfermagem, que deve gerar despesa de R$ 9,4 bilhões aos cofres municipais. Sobre esse item, o presidente do Senado disse que a Casa está buscando uma solução para o pagamento do piso sem comprometer as finanças e os serviços prestados pelos Municípios à população. “Temos que encontrar uma fonte limpa de receitas”, disse ao destacar como sugestão uma nova rodada da repatriação e da legalização de jogos.

O presidente George Coelho fez questão de destacar que o movimento municipalista não é contra o piso dos enfermeiros, mas que é necessário o Governo Federal esclarecer de onde sairão os recursos que serão repassados aos municípios para o pagamento dos profissionais. Já com o presidente da Câmara, o destaque foi o pedido para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 122/2015. O texto impede a criação de novos encargos sem a União definir a fonte de custeio.

Entre os pontos de destaque na Mobilização estão as medidas que impactam diretamente a arrecadação e as despesas municipais. Na estimativa da CNM, o pacote de propostas federais pode gerar mais de R$ 100 bilhões de impacto financeiro para os municípios. Entre elas estão a criação de pisos salariais para diferentes categorias, redução de alíquota do ICMS para setores como combustíveis, energia e comunicações, aumento de isenção no imposto de renda e a ampliação da desoneração do IPI.

A Mobilização Municipalista aconteceu na sede da CNM, onde parlamentares receberam as demandas municipais. Na parte da tarde, foram cumpridas agendas no Congresso Nacional.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.