Moeda: Clima: Marés:
Início Tempo

Inmet renova alerta de chuvas para cidades da Mata Paraibana e Agreste; veja listas e recomendações

João Pessoa e região metropolitana estão entre as áreas listas pelo instituto. Paraíba está na rota de temporais desde o dia 20 de maio
Chuvas, João Pessoa
Foto: Arquivo/Portal Correio

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) renovou o alerta de chuvas para municípios da Mata Paraibana e do Agreste nesta segunda-feira (30). Foram publicados dois avisos. O primeiro deles, com classificação laranja (perigo), inclui 31 cidades , incluindo João Pessoa e região metropolitana. O segundo alerta, com classificação amarela (perigo potencial), lista 28 cidades do Litoral Norte e interior.

De acordo com o Inmet, os municípios sob alerta laranja podem registrar entre 30 e 60 milímetros por hora ou acumulado de 50 a 100 milímetros por dia. Existe risco de alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamentos de rios.

Já para as localidades sob alerta amarela estão previstos até 50 milímetros por dia ou de 20 a 30 milímetros por hora. As chuvas devem ser acompanhadas por ventos com intensidade entre 40 e 60 km/h. Há risco de corte de energia elétrica, queda de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

A Paraíba registra fortes chuvas desde 20 de maio. Segundo o Climatempo, até o dia 22 as precipitações foram provocadas uma frente fria estacionária. A partir de 23, entrou em atividade o fenômeno meteorológico Ondas de Leste, também conhecido como distúrbios ondulatórios de leste. Formadas entre os meses de maio e outubro, as ondas de leste se propagam do continente africano com direção à América.

Devido à atuação das Ondas de Leste, João Pessoa já registrou deslizamento de barreira, queda de árvores, desabamento de casa e acidentes de trânsito. Além disso, oito casas foram interditadas pela Defesa Civil por causa do risco de desmoronamento e nove famílias precisaram ser resgatadas pelo Corpo de Bombeiros em razão da cheia do Rio Gramame.

Também ocorreram transtornos no interior do estado, a exemplo da inundação de casas e desabamento de teto de loja em Campina Grande; do rompimento da parede de um reservatório em Pocinhos; e queda do letreiro ‘Roliúde Nordestina’, em Cabaceiras.

Orientações

  • Evite enfrentar o mau tempo
  • Observe alteração nas encostas
  • Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia
  • Em caso de situação de inundação, ou similar, proteja seus pertences da água envoltos em sacos plásticos
  • Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda
  • Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada

Municípios sob alerta de chuvas

Perigo de acumulado de chuvas (alerta laranja)

  • Alhandra
  • Araçagi
  • Baía da Traição
  • Bayeux
  • Caaporã
  • Cabedelo
  • Capim
  • Conde
  • Cruz do Espírito Santo
  • Cuité de Mamanguape
  • Curral de Cima
  • Itabaiana
  • Itapororoca
  • Jacaraú
  • João Pessoa
  • Juripiranga
  • Lucena
  • Mamanguape
  • Marcação
  • Mari
  • Mataraca
  • Pedras de Fogo
  • Pedro Régis
  • Pilar
  • Pitimbu
  • Riachão do Poço
  • Rio Tinto
  • Santa Rita
  • São Miguel de Taipu
  • Sapé
  • Sobrado

Perigo potencial de chuvas intensas (alerta amarelo)

  • Araçagi
  • Aroeiras
  • Caldas Brandão
  • Cuité de Mamanguape
  • Curral de Cima
  • Duas Estradas
  • Guarabira
  • Gurinhém
  • Itabaiana
  • Itapororoca
  • Jacaraú
  • Lagoa de Dentro
  • Mamanguape
  • Mari
  • Mataraca
  • Mogeiro
  • Mulungu
  • Natuba
  • Pedro Régis
  • Pilar
  • Riachão do Poço
  • Salgado de São Félix
  • Santa Cecília
  • São José dos Ramos
  • Sapé
  • Sertãozinho
  • Sobrado
  • Umbuzeiro

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.