Início Executivo

João Azêvedo nega que seja de ‘difícil acesso’, como reclamou Daniella

Daniella reclamou que tentou reverter decreto que limitava serviços no fim de ano, mas que não foi atendida
João Azevêdo
João Azevêdo (Foto: Divulgação/Secom-PB)

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), disse nesta segunda-feira (8) que não se considera uma pessoa de “difícil acesso”. A resposta veio depois que a senadora Daniella Ribeiro (Progressistas) fez queixas de que não conseguia ser atendida pelo chefe do Executivo do Estado, considerando ele de “difícil trato”.

Ao Correio Debate, da Rede Correio Sat, ele explicou que esteve com ela em Brasília, onde também se encontrou com toda a bancada paraibana, para discutir sobre investimentos para a Paraíba.

Assim como a senadora havia dito, João falou que ela tinha indicado investimentos de R$ 20 milhões para a construção do Centro de Convenções de Campina Grande, mas afirmou que esses recursos não foram viabilizados e que o equipamento está sendo erguido a partir de emendas do senador Veneziano Vital (MDB) e dos deputados federais Damião Feliciano (PDT) e Efraim Filho (Democratas).

Ele disse ainda que esteve com a senadora na Granja do Governador, durante a campanha eleitoral em João pessoa, quando o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) também a acompanhou, com o então candidato Cícero Lucena (Progressistas), para discutir apoios do Governo do Estado.

Por fim, ele narra o que Daniella também contou sobre ter pedido para desfazer o decreto que limitava o funcionamento de bares e restaurantes durante o fim de ano.

“Não tinha como porque o decreto já havia sido publicado e era necessário para salvar vidas. Se por não ter atendido isso foi o que levou ela a tirar essa conclsuão, tudo bem, não tenho essa preocupação”, finalizou.

Palavras Chave

ExecutivoLegislativo

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.