Moeda: Clima: Marés:
Início Justiça

Justiça ordena suspensão de obras do Parque da Cidade, em João Pessoa

De acordo com a denúncia, incêndios, extração ilegal de madeira e morte de animais silvestres derivam das obras feitas no antigo Aeroclube de João Pessoa
Projeto do Parque da Cidade, no bairro Aeroclube (Foto: Arquivo/Secom-JP)

A Justiça ordenou suspender as obras do Parque da Cidade, no antigo Aeroclube de João Pessoa. A decisão é da juíza Érica Virgínia da Silva Pontes, da 6ª Vara da Fazenda Pública, e visa atender o Instituto Protecionista SOS Animais e Plantas.

O Instituto demonstra preocupação com o meio ambiente que pode ser danificado com as obras. O Instituto também denúncia incêndios, extração ilegal de madeira, morte de animais silvestres que vivem no lugar e teme pelo aterramento da laguna, uma espécie de lago que abriga uma diversidade de fauna e flora, localizada no antigo Aeroclube.

De acordo com a denúncia, já havia sido enviado um requerimento à Secretaria Municipal de Infraestrutura de João Pessoa (SEINFRA) para a ‘adoção de medidas a fim de evitar a destruição do local’, entretanto, o órgão não se manifestou até o momento.

Dessa forma, a Justiça determinou a suspensão imediata das obras para evitar danos irreparáveis no meio ambiente. O Instituto solicita que sejam encontrada ‘uma solução digna para a vida dos animais ali existentes, a fim de se evitar mortes, acidentes e desequilíbrios’.

Manifestação no antigo Aeroclube

Manifestação aconteceu nesta sexta (Foto: Reprodução)

Na manhã desta sexta-feira (21), manifestantes estiveram presentes no antigo Aeroclube para protestar contra as obras no local. Eles também chamaram a atenção contra o desmatamento.

O protesto aconteceu em frente ao palco montado pela prefeitura para que fosse assinada a ordem de início das obras da segunda etapa do Parque da Cidade.

Receba todas as notícias do Portal Correio no WhatsApp

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.