Início Geral

Lei reconhece vaqueiro como manifestação popular e patrimônio cultural na PB

Foi publicada na edição desta terça-feira (4), do Diário Oficial, lei de autoria do deputado estadual Bosco Carneiro (PSL), que reconhece o vaqueiro como manifestação cultural popular e patrimônio cultural imaterial da Paraíba.

Leia também: Vaqueiros da PB vão liderar protesto em Brasília e cobrar legalização da vaquejada

Senado aprova PEC que regulariza situação das vaquejadas

De acordo com o parlamentar, a iniciativa é uma forma de valorização e de preservação da cultura brasileira, principalmente da nordestina.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Ele lembrou que foi o vaqueiro o responsável pela interiorização e povoação do sertão, fazendo surgir uma nova cultura no país.

No final do ano passado, mais de 500 vaqueiros participaram de uma manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para cobrar dos senadores a aprovação de um projeto reconhecendo o rodeio e a vaquejada como patrimônio imaterial artístico e cultural do país.

Em fevereiro deste ano, o Plenário do Senado aprovou uma Proposta de Emenda à Constituição que permite a realização das vaquejadas, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a prática. O texto, que teve como relator o senador José Maranhão (PMDB-PB), foi aprovado em dois turnos de votação pela ampla maioria dos senadores, que se revezaram para defender o esporte. 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.