Mais de 30 mil agricultores da Paraíba vão receber Garantia Safra

486
COMPARTILHE

Trinta e quatro mil agricultores paraibanos de 69 municípios paraibanos, mesmo com a adesão tardia do Estado, vão receber o Garantia-Safra 2015/2016. A informação foi repassada pelo deputado federal e coordenador da bancada paraibana no Congresso, Benjamin Maranhão (SD), que vinha cobrando do Executivo estadual o repasse e também solicitou junto a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário que os trabalhadores não ficassem prejudicados pelo fato do Governo da Paraíba ter perdido o prazo para o pagamento. Para a adesão na safra 2016/2017, mais de 41 mil agricultores já podem se cadastrar ao programa.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

“Mesmo com um atraso no repasse por parte do Governo do Estado e um pagamento intempestivo, conseguimos junto à Secretaria Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário que fosse feita a liberação desse pagamento. Então, tivemos essa confirmação do secretário José Ricardo Roseno de que o pagamento acontecerá normalmente com a adesão das famílias dentro do programa para 2017/2018”, destacou o deputado.

O benefício, da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) é concedido a produtores cadastrados no programa e que tenham perdido ao menos 50% da produção agrícola devido à seca.

O seguro de R$ 800 é pago em cinco parcelas de R$ 170, de acordo com o calendário de benefícios sociais da Caixa Econômica Federal. A medida é uma forma de tentar garantir que o alimento que deixaram de colher também não falte na mesa. Até março deste ano, 684.683 agricultores de 780 municípios da Sudene foram beneficiados pelo Garantia Safra 2015/2016. Os pagamentos do seguro, referentes a essa safra, começaram a ser feitos desde agosto de 2015 e continuarão até junho deste ano. Ao mesmo tempo em que o cadastro para a safra de 2016/2017 já começou.

Uma vez cadastrados no programa, os agricultores familiares pagam anualmente um aporte de R$ 17, enquanto que os municípios, R$ 52 por cada agricultor, e os estados, R$ 102 também per capita. Os produtores só recebem o seguro se todas as partes repassarem o recurso à União.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas