Início Notícias

Morre, aos 83 anos, o engenheiro e agropecuarista Manelito Vilar

Morreu, nesta terça-feira (28), em Campina Grande, o engenheiro civil, agropecuarista e professor aposentado da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Manoel Dantas Vilar Filho, conhecido como Manelito. Ele tinha 83 anos e não resistiu a complicações de uma cirurgia na vesícula.

Manelito Vilar era primo do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna. Juntos, eles administraram a Fazenda Carnaúba, em Taperoá, referência nacional na criação de ovinos e caprinos e exemplo de produção pelo foco na preservação de aspectos sociais e culturais da região.

“Externo o meu pesar a família e amigos de Manelito que nos deixa um grande ensinamento ao mostrar ao mundo que, com criatividade, força de vontade e usando tecnologia e pesquisa, é possível gerar riquezas em terras de regiões favoráveis à seca. A Fazenda Carnaúba e a sua produção de queijos, reconhecidos internacionalmente, são um grande legado e motivo de orgulho para a Paraíba”, divulgou o deputado federal Pedro Cunha Lima.

“Lamentamos a morte do nosso amigo Manelito que era o maior estudioso do Semiárido e crítico ferrenho das políticas públicas adotadas de forma oficial para a região. Deixo o meu mais profundo pesar à família e amigos por essa grande perda para todos nós paraibanos”, destacou o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB).

O Sebrae Paraíba também manifestou solidariedade à família de Manelito e destacou o legado dele para a agropecuária no semiárido da Paraíba, para o Nordeste e para o Brasil. “Partindo das primeiras 200 cabras, resultado de um prêmio pelo romance A Pedra do Reino, a fazenda alcançou um padrão de referência nacional e internacional com a produção de queijos artesanais”, enalteceu o Sebrae.

“Manelito foi um dos homens mais inteligentes e autênticos a quem tive o privilégio de conhecer”, destaca Romero, ressaltando o papel preponderante do engenheiro e proprietário da Fazenda Carnaúba, em Taperoá, na divulgação mundial da região do semiárido por suas iniciativas inovadoras”, disse o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD).

Manelito Vilar também foi fundador da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) divulgou que vai apresentar um voto de pesar pelo falecimento do engenheiro.

O velório de Manelito Vilar acontecerá a partir das 15h na Fazenda Carnaúba e o sepultamento está marcado para as 9h desta quarta (29), no Cemitério de Taperoá.

Comentários

  • Marcos disse:

    Eu o adimirava muito por sua autenticidade e conhecimento das coisas do sertão e claro da agropecuária . Ficou muito triste por não o te conhecido pessoalmente mais ouvir muito suas entrevistas em rádios, TV, jornais e redes sociais . Primo de Ariano Suassuna eles hoje estão juntos lá no céu nos braços do pai feliz o céu no dia de hoje ao receber um filho tão inlustres .até um dia Manoelito do sertão…

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.