Motorista, Uber
Motorista morreu no local, com tiro na cabeça (Foto: Reprodução/Emerson Machado/Instagram)

Motorista morre e criança é baleada em possível emboscada

Suspeitos teriam esperado o momento para atirar contra o veículo para atingir o passageiro

3111
COMPARTILHE

Um motorista de transporte alternativo foi morto a tiros após uma possível tentativa de homicídio ao passageiro que transportava no bairro Pedregal, em Campina Grande, durante a manhã desta quinta-feira (18). Segundo a Polícia Civil, no momento dos disparos, uma criança de sete anos, que estava próximo da ocorrência, também foi atingida por uma bala perdida.

A suspeita é de que uma possível emboscada teria sido armada para um passageiro de 31 anos quando estava no carro de Alan Nogueira da Silva, 25 anos. Os dois foram atingidos na cabeça durante a ação, o motorista morreu ainda no local.

O passageiro e a criança foram socorridos para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade. De acordo com a unidade, o homem está em situação grave; a criança foi atingida por um tiro na mão direita e o estado de saúde é estável.

De acordo com a Polícia Civil, o passageiro que seria o alvo da ação já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas. O caso continuará sendo investigado. A quantidade de suspeitos envolvidos e a possível motivação do crime ainda não tinham sido divulgadas até o fechamento desta matéria.

Atualização

Às 16h15, a Uber entou em contato com o Portal Correio para informar que o motorista morto não estava cadastrado no aplicativo.

Os comentários estão desativados.

Notícias mais lidas