Início Serviços

Motorista que perdeu prazo ainda pode fazer vistoria do transporte escolar em João Pessoa

Semob recomenda aos pais ou responsáveis pelos alunos que antes de contratarem o serviço procurem se informar
Semob
Foto: Imagem ilustrativa | Reprodução/TV Correio

Os condutores de veículos prestam serviço de transporte de escolares e perderam o prazo para a vistoria nesse primeiro semestre ainda podem comparecer à Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) para regularizar a situação. O prazo estipulado pela Semob terminou no último dia 9.

A vistoria tem uma taxa fixada em R$ 75,88 e quem perdeu o prazo ainda pode comparecer à Semob (km 25 da BR-230, Cristo Redentor), das 8h às 12h e das 13h às 17h para regularização, mediante o pagamento de uma multa, no valor de R$ 28,46.

Segundo o setor de vistoria de Transporte Escolar da Semob, proprietários de nove veículos que estavam em situação irregular se apresentaram até esta quarta-feira (17), sendo quatro aprovados, três reprovados, um recebeu prazo pra sanar pequenas pendências e outro pediu baixa do sistema.

Neste primeiro semestre, 186 veículos foram vistoriados, 119 foram aprovados, 42 reprovados, 12 veículos receberam prazo para sanar pequenas pendências, 11 foram dados baixa do sistema, 2 foram cadastrados pra entrar no sistema e 24 veículos que tinham sido reprovados retornaram a vistoria com suas pendências sanadas.

Segundo o chefe de Vistorias, Paulo Roberto da Silva, essa procura é baixa devido aos motoristas estarem transportando apenas de 20% a 30% da capacidade do veículo, além do fato de que algumas escolas ainda não retornaram com as aulas presenciais. Contudo, os condutores de transporte escolar devem regularizar a situação do veículo para poder atuar com o serviço.

Entre os itens avaliados e que mais reprovam estão pneus, extintor, cinto de segurança e freio de estacionamento.

Durante a inspeção foram observados itens de segurança, equipamentos obrigatórios, como também higiene e conforto do veículo, tais como: faroletes e sinaleiras, bancos, forros, funilaria e pintura, tacógrafo, extintor, pneus, cintos de segurança, trava das portas, buzina, para-brisa, entre outros, vistoriando no total 40 itens. Também foi verificado se as faixas laterais e traseiras estão de acordo com as normas que regulamentam o serviço de transporte de escolares.

A Semob recomenda aos pais ou responsáveis pelos alunos que antes de contratarem o serviço procurem se informar se o veículo está devidamente cadastrado e regularizado. A informação é obtida na Divisão de Transportes do órgão pelo número 3218-9350.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.