Moeda: Clima: Marés:
Início Justiça

MPF pede que Justiça Federal impeça matrícula de reitor em curso na UFPB

Valdiney Velôso Gouveia foi classificado para vaga reservada à cota social no curso de Engenharia de Produção
Valdiney Gouveia, UFPB, Reitor
Valdiney Gouveia (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/Facebook)

O Ministério Público Federal (MPF) pediu, nesse domingo (24), que a Justiça Federal determine à Universidade Federal da Paraíba (UFPB) a abstenção da realização da matrícula de Valdiney Velôso Gouveia, reitor da instituição, no curso de Engenharia de Produção. Confira a íntegra da ação.

Valdiney foi classificado para vaga de cota social no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Apesar da renda e posição intelectual privilegiada, o reitor conseguiu o benefício de acesso ao curso por ter cursado o Ensino Médio em escola pública. Valdiney já possui duas graduações, sendo uma em instituição pública e outra em faculdade privada. O reitor da UFPB tem, ainda, mestrado, doutorado e pós-doutorado.

Além da desconsideração da aprovação de Valdiney, o MPF pede que a Justiça determine que a UFPB proceda com a matrícula do aluno que se encontre melhor classificado na lista de aprovados pelo sistema de cotas.

O pedido de tutela provisória cautelar de urgência é assinado pela procuradora da República Janaína Andrade de Sousa.

Procurada pelo Portal Correio, a assessoria da Universidade Federal da Paraíba informou que, como se trata de uma ação civil pública na esfera judicial, a instituição se pronunciará na esfera competente, a Justiça Federal.

Comentários

João disse:

E claro que a ufpb não vai indeferir o pedido né!!!
A ufpb e valdiney são a mesma pessoa e logicamente ele não vai querer perder essa briga.

Kátia Medeiros disse:

Não escapa nenhum bolsonaristas . Todos usam da falta de ética e moralidade como característica primordial. Esse senhor devia se envergonhar. Tirando a vaga de um jovem carente. Estarrecedor.

Adriano Bezerra disse:

Gente, que confusão besta. Se a pessoa tem direito, como é o caso, qual o motivo de impedimento? Quer dizer se eu fizer o ENEM, tenho direito ao sistema de cotas e for funcionário público, não posso me matricular?

Ostrilho tosta filho disse:

Entendo que está correto a intervenção do MP

Ostrilho tosta filho disse:

Entendo que está correto a intervenção do MP pois que cotas devem ser utilizadas para quem necessita

Ostrilho tosta filho disse:

Entendo que está correto a intervenção do MP pois que cotas devem ser utilizadas para quem precisa, logo o reitor nao tem essa capacidade !!

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.