Início Justiça

Mulher é condenada a 25 anos de prisão por matar comerciante em 2019

Condenada mantinha relacionamento extraconjugal com Pedro e rime aconteceu devido à dívida de R$ 14 mil
Foto: Divulgação/TJPB

Uma mulher foi condenada a uma pena de 25 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado, por ter matado o comerciante Pedro Morais de Medeiros Neto com dois tiros. O crime ocorreu em 8 de junho de 2019, em Guarabira, a 100 km de João Pessoa. O julgamento ocorreu nessa quarta-feira (17).

De acordo com a denúncia, no dia 8 de junho de 2019, a mulher assassinou Pedro Morais de Medeiros Neto com dois disparos de arma de fogo, que atingiram a cabeça da vítima. Ainda segundo o processo, a condenada mantinha um relacionamento extraconjugal com Pedro e o crime aconteceu devido a uma dívida de R$ 14 mil, que ela tinha com a vítima. O encontro entre os dois aconteceu no Sítio Mata Limpa, próximo ao memorial Frei Damião, dentro do carro da vítima.

O processo também revela que houve uma discussão entre eles, momento em que a ré foi para o banco traseiro do veículo e pegou um revólver, que estava debaixo do banco dianteiro, e efetuou os disparos. Logo em seguida, a mulher empurrou a vítima para fora do carro e fugiu com destino à Zona Rural de Barra de Santa Rosa, onde abandonou o veículo, que foi encontrado posteriormente queimado.

“Foram adotadas todas as medidas de precaução, preservando, assim, a integridade sanitária de todas as pessoas que participaram do Júri, tais como distanciamento social, obrigatoriedade do uso de máscara, limitação do número de pessoas presentes, uso de álcool, higienização do ambiente, medição da temperatura e testagem”, disse o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

Palavras Chave

InteriorJustiça
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.