Moeda: Clima: Marés:
Início Ciência

Museu de Ciências Morfológicas da UFPB é aberto ao público para visitas guiadas

Museu é voltado para disseminação do conhecimento nas áreas de Histologia, Embriologia e Anatomia Humana

O Museu de Ciências Morfológicas (MCM) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) iniciou, no dia 11 de abril, a realização de visitas guiadas ao acervo. Inaugurado em 14 de maio de 2021, durante a pandemia da Covid-19, o museu que oferecia visitação apenas mediante agendamento, passa a contar com horários disponíveis para a demanda espontânea do público.

Localizado no Departamento de Morfologia, que fica no bloco C do Centro de Ciências da Saúde da UFPB, o MCM é voltado para disseminação do conhecimento nas áreas de Histologia, Embriologia e Anatomia Humana. Conta com um acervo de 160 itens, incluindo peças sintéticas reproduzindo estruturas do corpo humano e peças naturais conservadas por diferentes técnicas.

Aproximar os olhos de um microscópio óptico e abrir a mente para conhecimento sobre células, tecidos e órgãos é apenas uma das experiências que o MCM proporciona ao visitante. Pioneiro da área na Paraíba, o Museu de Ciências Morfológicas da UFPB disponibiliza painéis com apresentação de vídeos com conteúdo sobre o corpo humano, além de tablets e tótens que podem ser acessados, garantindo mais opções de interação.

O MCM recepciona o público de segunda a sexta-feira, nos períodos da manhã, das 8h às 11h30, e tarde, das 13h às 16h30. Para grupos de 10 ou mais pessoas, a visitação deve ser agendada através de formulário eletrônico e poderá ser realizada às segundas-feiras à tarde, quartas-feiras pela manhã e sextas-feiras à tarde. Nos demais dias e turnos, os guias do local estão prontos para receber visitantes por demanda espontânea.

Para a coordenadora do Departamento de Morfologia da UFPB e do Museu de Ciências Morfológicas, Monique Paiva, o museu é importante pois possibilita à população paraibana acesso à ciência, permitindo o conhecimento do corpo humano desde sua origem e formação até sua visão macroscópica em um indivíduo formado.

“Ressaltando que não há em nosso estado nenhum museu da natureza, tendo sido a UFPB pioneira nesse campo. Ademais, o acervo dispõe de peças de animais domésticos e silvestres em que é possível estudar a anatomia comparada entre o ser humano e os mesmos”, disse a docente.

O público será guiado por uma equipe de 26 estudantes extensionistas da UFPB treinados para orientar e garantir o compartilhamento de conhecimento científico de forma interessante. No museu, os visitantes poderão saber informações e curiosidades sobre, por exemplo, os sistemas que formam o corpo humano, a exemplo dos sistemas Circulatório, Nervoso, Respiratório e Reprodutor.

Parte da coleção científica também inclui embriões e fetos humanos em diferentes fases do desenvolvimento e órgãos e segmentos humanos preparados por dissecação. O museu também conta com uma sala de exposições de conteúdos audiovisuais institucionais e sobre o corpo humano, mostrando desde a concepção até a completa formação.

Arthur Brito, estudante de Odontologia da UFPB, é bolsista do MCM e atua como um dos guias. Para ele, o museu é de importância ímpar tanto para a UFPB quanto para a sociedade. “O museu tem como escopo apresentar ao público as ciências morfológicas que são anatomia, histologia e a embriologia, então é muito importante porque promove uma verdadeira viagem ao corpo humano”, destacou Arthur Brito.

Serviço

Horário de Funcionamento: das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30

  • Segunda-feira (Manhã): Demanda espontânea
  • Segunda-feira (Tarde): Apenas visitas agendadas
  • Terça-feira (Tarde): Demanda espontânea
  • Quarta-feira (Manhã): Apenas visitas agendadas
  • Quarta-feira (Tarde): Demanda espontânea
  • Quinta-feira (Manhã): Demanda espontânea
  • Sexta-feira (Manhã): Demanda espontânea
  • Sexta-feira (Tarde): Apenas visitas agendadas

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.