Início Notícias

Operação contra caçadores resgata 62 aves e prende suspeito na PB

Cinco armas de fogo utilizada na caça ilegal de animais foram apreendidas e 62 aves que estavam sendo mantidas em cativeiro sem autorização foram devolvidas ao seu habitat natural durante uma ação da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) nesse último domingo (12).

As armas foram localizadas nos municípios de Pedras de Fogo, sendo duas espingardas de calibres 20 e 16, e Alhandra, com outras três espingardas de calibres indefinidos. Na primeira ocorrência, além das armas, policiais do Grupo Tático Ambiental (GTAM) apreenderam uma ave, e materiais para caça que estavam em uma casa, resultando na condução de um suspeito para Delegacia da Polícia Civil em Alhandra. Após o procedimento, o pássaro foi solto na natureza.

Leia também:

Na segunda ocorrência, nas proximidades de um açude no distrito de Mata Redonda, três suspeitos que estavam com três armas de fogo fugiram ao perceber a chegada da PM no local. Também foram encontrados materiais de caça predatória, como espoleta, chumbo e pólvora. Todo o material foi recolhido e encaminhado para a Delegacia de Alhandra.

Sertão

Nos municípios de Serra Grande e Bonito de Santa Fé, no sertão, as fiscalizações da 3ª Companhia de Polícia Ambiental (3ª CPAmb) resultaram em 61 aves devolvidas ao seu habitat. Os animais eram mantidos em cativeiro, sem autorização do órgão ambiental competente, e os suspeitos que estavam com eles foram multados. A ocorrência foi informada à Sudema e ao Ministério Público para abertura de denúncia.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.