Moeda: Clima: Marés:

Paraíba registra abertura de mais de 21,5 mil novos microempreendedores individuais em seis meses

Levantamento do Sebrae Paraíba aponta que João Pessoa e Campina Grande registraram maior número de novos MEIs no estado
Microempreendedores
Foto: Imagem ilustrativa/Pixabay

De janeiro a junho deste ano, a Paraíba registrou a abertura de 21.517 novos microempreendedores individuais (MEIs), conforme levantamento do Sebrae/PB feito com base em dados da Receita Federal. Deste total, 21.193 seguem em atividade no estado.

Os dados relacionados a MEIs gerados na Paraíba apontam, também, que as cidades de João Pessoa e Campina Grande foram as que registraram maior abertura de novos microempreendedores individuais no período.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o estado teve uma leve queda no número de MEIs nascentes: em 2021 foram abertos 22.056, o que significa uma redução de 2,4%. Dos 21.517 novos microempreendedores individuais abertos no estado, 8.257 foram criados em João Pessoa e 3.040 em Campina Grande. Outras cidades que se destacaram em termos de abertura de novos MEIs foram Santa Rita (1.014), Patos (888) e Bayeux (721). Essas cinco cidades juntas foram responsáveis por 64,7% dos registros de novos MEIs.

A analista técnica Germana Espínola, do Sebrae/PB, explicou que em 2021 a economia ainda estava tentando se recuperar da queda ocasionada pela pandemia da Covid-19. “Muitos negócios foram abertos por escassez de emprego, ou seja, por necessidade. Já em 2022, o empreendedorismo foi visto como oportunidade, já que o consumo está em aquecimento, gerando mais renda e oportunidade de emprego. Então, avalio como bastante positivo o número de abertura de MEIs neste ano”, afirmou.

O levantamento revela, ainda, que a atividade de comércio varejista de vestuário e acessórios foi a que mais registrou abertura de MEIs nos seis primeiros meses de 2022, com 1.357 novos negócios no período. Em seguida, aparecem as seguintes atividades: cabeleireiros, manicure e pedicure (929), promoção de vendas (859), comércio varejista de bebidas (751), minimercados (693) e atividades de ensino (592).

“O MEI pode contratar até um funcionário com carteira assinada, mas está tramitando na Câmara dos Deputados um Projeto de Lei que objetiva aumentar a contratação para até dois funcionários e aumentar o limite do faturamento anual, que atualmente é de R$ 81 mil e passaria a ser de R$ 131 mil”, informou a analista, acrescentando dicas para aquele que sonha em abrir o próprio negócio. “Ele deve estar atento às tendências e à forma de consumo dos brasileiros, além de saber estratégias e os principais canais de marketing e vendas. É preciso, também, estudar a fundo sobre o ramo de atividade que deseja atuar e realizar o plano de negócios para analisar a viabilidade do negócio”, enumerou.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.