Moeda: Clima: Marés:
Início Política

Perfil da Câmara dos Deputados em rede social é invadido e faz postagem contra Moraes: ‘Ditador’

Presidente da Câmara, Arthur Lira, informou que soube da área técnica da Casa Legislativa que foi um possível ataque de hacker
alexandre-de-moraes-e-sorteado-relator-de-recurso-de-lula
Alexandre Moraes (Foto: Carlos Moura/SCO/STF)

O perfil da Câmara dos Deputados na rede social X foi invadido, por volta das 11h10 deste sábado (10), e fez uma postagem em que chamava o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes de “ditador”. A mensagem, que já foi removida, também dizia que o magistrado e o presidente Lula estariam encabeçando um plano para um “golpe de estado” (veja reprodução do post abaixo).  

O perfil da Câmara dos Deputados no Twitter publicou o seguinte post: “O DITADOR Alexandre de Moraes destrói a democracia. Estão planejando um golpe de Estado orquestrado pelo Alexandre e por @LulaOficial. Serei caçado, mas estou lutando contra”.


O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), informou ao R7 que soube, por meio da área técnica da Casa Legislativa, que se tratou de um possível ataque de hacker.


Em nota oficial, a Câmara afirmou que a conta oficial foi hackeada na manhã deste sábado, 10, e postada uma mensagem injuriosa.


“Menos de 15 minutos depois, o texto foi apagado e imediatamente trocada a senha de acesso para que novos ataques cibernéticos não sejam realizados. As autoridades policiais e medidas de segurança foram acionadas. A Câmara dos Deputados também fará uma investigação interna. Estamos empenhados na melhoria contínua dos nossos processos de segurança para evitar que novos episódios como esse voltem a ocorrer”, diz a nota. 

Moraes é o autor dos mandados de busca e apreensão e de prisão depois de uma reunião, com a presença de Jair Bolsonaro, gravada em vídeo, em que supostamente se discutia um golpe de estado antes das eleições de 2022.


A equipe de comunicação da Câmara administra a conta no X. A senha da conta na rede social já foi alterada. A Câmara ainda não se manifestou oficialmente e deverá emitir uma nota oficial sobre o ocorrido.

Receba todas as notícias do Portal Correio no WhatsApp

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.