Moeda: Clima: Marés:

Pleno do TJPB elege desembargadora Fátima para compor o TRE-PB

Magistrada foi escolhida por unanimidade para substituir o desembargador Joás de Brito Pereira Filho na Corte
TRE-PB
Desembargadora Maria de Fátima Bezerra (Foto: Divulgação)

A desembargadora Maria de Fátima Moraes Bezerra Cavalcanti Maranhão foi eleita, em votação unânime, para compor, como membro efetivo, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), em virtude do término do biênio do desembargador Joás de Brito Pereira Filho. A escolha foi feita na tarde dessa quarta-feira (26).

“Darei o melhor de mim como sempre dei ao Judiciário. Darei o melhor de mim para honrar a indicação de Vossas Excelências”, afirmou a desembargadora após sua indicação.

A magistrada disse que durante quase duas décadas como desembargadora do TJPB renunciou, por algumas vezes, ser indicada para integrar o Tribunal Regional Eleitoral, por uma questão ética.

“Entendíamos, José Maranhão e eu, que por sua intensa atividade política e em respeito às opiniões divergentes partidárias, deveria eu, evitar o honroso mister. Meus eminentes pares do TJ compreendiam. Agora, viúva do grande líder político, tenho o dever de seguir servindo a justiça do meu Estado, desta feita, no TRE. Minha gratidão aos desembargadores do TJ por mais esse voto de confiança na minha carreira jurídica, iniciada por Concurso Público no ano de 1984”, pontuou.

O presidente do TJPB, desembargador Saulo Benevides, desejou sucesso a Maria de Fátima. “Nesses tempos difíceis, de tantos embates no Brasil e no mundo, o Tribunal dá esse exemplo de unidade, de paz e de harmonia de todos nós. A unanimidade hoje alcançada pela desembargadora Fátima é a unanimidade de uma pessoa que sempre soube construir e isso ela faz com muita maestria, engrandecendo cada vez mais o nome do Tribunal de Justiça da Paraíba. Sem dúvida nenhuma no TRE vai ser um sucesso absoluto”, afirmou.

O desembargador Joás de Brito Pereira Filho, que está deixando o TRE e será substituído na Corte pela desembargadora Fátima, lembrou que ela será a segunda mulher a integrar o tribunal. A primeira foi a desembargadora Maria das Graças Morais Guedes.

“Quero parabenizar e dizer da minha alegria de ter sufragado o seu nome. Desde o início que eu abracei essa causa e disse que estaria com você. Agora é o seu momento. Vossa excelência já declinou várias vezes, mas agora não. Agora está livre para voar”, destacou.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.