Início Notícias

PMJP avalia indicadores para nova etapa de flexibilização

A Prefeitura de João Pessoa não anunciou nova etapa de flexibilização nesta sexta-feira (16). A gestão identificou aumento no percentual médio de mortes na Paraíba e “avalia os indicadores epidemiológicos e assistenciais para dar prosseguimento ao Plano Estratégico de Flexibilização”.

João Pessoa é a cidade com os maiores números da pandemia no estado, com mais de 31 mil casos de coronavírus e 944 mortes.

Na manhã desta sexta-feira (16), o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, se reuniu com representantes do setor de eventos e assegurou a importância de garantir um retorno destes setores em segurança.

“Desde o início do nosso Plano de Flexibilização temos levado em consideração como fator primordial para a retomada das atividades os dados epidemiológicos e assistenciais, como ocupação dos leitos e pressão nas UPAs. Por isso que estamos avançando de forma gradual, criteriosa e sem perdermos todos os bons resultados que conquistamos até agora. Nossa expectativa é dar mais um passo e autorizar a retomada gradual dos eventos, mas isso precisa acontecer de forma segura, respeitando a ciência e a Organização Mundial de Saúde”, afirmou Adalberto Fulgêncio.

“Os indicadores epidemiológicos da cidade de João Pessoa continuam em tendência de queda e a pressão nas UPAs e leitos de UTI também”, explicou. Segundo ele, por ser uma media móvel, a análise dos próximos dias permitirá a avaliação para início da flexibilização do setor de eventos.

A SES disse ao Portal Correio nesta sexta-feira (16) que a lotação nos hospitais da rede estadual em João Pessoa está sob controle. Segundo a Pasta, o Clementino Fraga está com 50% de ocupação na UTI para Covid-19 e o Metropolitano tem 14 leitos dos 20 de UTI para coronavírus ocupados, além de 19 das 31 enfermarias especializadas.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.