Início Pandemia

Polícia encerra live do cantor Ranniery Gomes após denúncias, na Grande João Pessoa

Polícia informou que denúncias recebidas indicavam, principalmente, abuso de poluição sonora
Live acontecia na cidade de Cabedelo (Foto: Reprodução/YouTube/Ranniery Gomes)

A Polícia Militar encerrou, na noite desse sábado (27), uma live realizada pelo cantor de forró Ranniery Gomes, no bairro Ponta de Matos, na cidade de Cabedelo, na Grande João Pessoa. A ação ocorreu após denúncias de que o evento estaria violando as medidas restritivas de combate à Covid-19.

Segundo o comandante da 6ª Companhia Independente de Cabedelo, major Kelton Pontes, as denúncias recebidas indicavam, principalmente, abuso de poluição sonora na casa em que a live era gravada.

“Os policiais se dirigiram ao local e foram convidados a entrar pelo produtor do evento. Dentro da casa, apesar de não constatarem aglomeração, observaram que o evento não tinha autorização para ocorrer naquele formato, com banda. Foi feita, então, uma comunicação sobre a situação à coordenação do Ciop (Centro Integrado de Operações Policiais), que achou por bem encerrar o evento”, disse o major Kelton.

Ainda durante a transmissão ao vivo, Ranniery Gomes contestou a ocorrência de barulho excessivo no local, mas seguiu as determinações da PM e encerrou a live.

Na tarde deste domingo (28), em vídeo publicado nas redes sociais, o artista explicou que a live, de caráter solidário, tinha a intenção de destinar a arrecadação para os músicos e trabalhadores dos setores de eventos que estão há um ano sofrendo as consequências econômicas da pandemia.

Na publicação, Ranniery também pediu desculpas e disse que houve um mal entendido. “Não tenho a mínima intenção de prejudicar ninguém, apenas não podemos admitir que isso aconteça mais!”, declarou o cantor.

Palavras Chave

Pandemia
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.