policia-federal-deflagra-operacao-na-paraiba-contra-o-trafico-interestadual-de-drogas
Muitos quilos de droga foram apreendidos durante investigação (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

PF deflagra operação contra o tráfico interestadual de drogas

Polícia Federal informou que 21 pessoas foram presas por força de mandados de prisão preventiva. Ainda houve cinco prisões em flagrante

478
COMPARTILHE

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (26) a Operação Dragões de Fogo. O objetivo é combater o tráfico de drogas em João Pessoa, em Campina Grande e no Sertão paraibano. As investigações foram iniciadas em 2017, pela Delegacia da Polícia Federal em Campina Grande, e se concentraram em duas grandes organizações criminosas voltas para o tráfico interestadual de entorpecentes.

A Polícia Federal informou que 21 pessoas foram presas por força de mandados de prisão preventiva. Além disso, ainda houve três prisões em flagrante em Campina Grande, uma em João Pessoa e uma em Patos. Em Campina Grande, ainda foram apreendidas três armas (sendo uma pistola e duas espingardas), 100 munições de calibres diversos e 506 gramas de cocaína. Na Capital, a PF apreendeu uma motocicleta, dois celulares, um quilo de maconha, uma balança de precisão e 18 cartelas de Pramil (medicamento vendido ilegalmente, sendo divulgado como uma das melhores soluções para o tratamento de disfunção erétil). O remédio teve venda proibida em razão de uma série de problemas provocados pelo seu uso. Já em Patos, foram apreendidas uma motocicleta, uma balança digital e 11,5 quilos de maconha.

Segundo a PF, durante a investigação foram interceptados diversos carregamentos ilícitos de drogas, na Paraíba e no Rio Grande do Norte, que acarretaram a prisão em flagrante de 14 indivíduos e a apreensão de aproximadamente 360 quilos de maconha e 32 quilos de cocaína, além de duas armas de fogo. Ainda de acordo com a Polícia Federal, os líderes das organizações criminosas investigadas também integram a cúpula de facção criminosa com atuação na Paraíba.

Para esta fase da Operação Dragões de Fogo, a Vara de Entorpecentes de Campina Grande expediu 20 mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão. Cerca de 150 policiais federais cumprem as ordens judiciais em João Pessoa, Campina Grande, Patos, São Bento, Paulista e Teixeira.

O nome Dragões de Fogo foi escolhido para operação porque, na mitologia, essas criaturas são associados com o mal e o caos. Os dragões dos mitos sumérios, por exemplo, frequentemente cometiam grandes crimes e acabavam punidos pelos deuses.

* Texto modificado às 11h45 para atualização do número de presos e de apreensões.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas