peixe-boi
Peixe-boi marinho corre risco de extinção (Foto: Divulgação/Luciano Candisani)

Praias da Paraíba recebem ações educativas sobre preservação do peixe-boi

Locais escolhidos foram Cabedelo e Lucena, pois possuem atributos ecológicos que propiciam a existência de peixes-bois marinhos

166
COMPARTILHE

O Litoral Norte da Paraíba vai receber as blitzen educativas do Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho, com objetivo de sensibilizar a população sobre ações que evitem a extinção da espécie no Nordeste brasileiro. Os locais escolhidos foram Cabedelo e Lucena, pois possuem atributos ecológicos que propiciam a existência de peixes-bois marinhos. A primeira blitz acontece já neste fim de semana, em Cabedelo. Lucena receberá o projeto em 2 e 3 de fevereiro.

Nesta ação, que faz parte da campanha “Ajude a preservar o peixe-boi marinho”, a equipe do projeto montará uma tenda informativa nas praias e promoverá atividades educativas, palestra, exposição temática e sessões do Cine Peixe-Boi, com exibições de filmes eco educativos.

Na oportunidade também haverá sorteio e distribuição de brindes temáticos. A equipe focará na orientação aos condutores de embarcações motorizadas para reforçarem a atenção nas áreas de ocorrência da espécie, reduzindo a velocidade da navegação e desligando o motor das embarcações quando o animal estiver com distância inferior a 10 metros.

O Projeto ainda sensibilizará os banhistas e turistas da região para que não ofereçam comida, bebida ou toquem no animal, pois isso pode prejudicar a saúde e a permanência do peixe-boi marinho no ambiente natural.,

O Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho – realizado pela Fundação Mamíferos Aquáticos – é uma estratégia de conservação e pesquisa para evitar a extinção da espécie no Nordeste do Brasil. Atua nas áreas de pesquisa, tecnologia de monitoramento via satélite, manejo, educação ambiental, desenvolvimento comunitário, fomento ao turismo eco pedagógico e políticas públicas.

Orientações a turistas, banhistas e condutores de embarcações

– Antes de acionar o motor, olhe ao redor e verifique se tem peixe-boi marinho próximo. A hélice em movimento pode machucar e matar o animal. Só ligue o motor se tiver certeza que o animal não está por perto;

– Se estiver navegando e avistar o animal nas proximidades, reduza a velocidade ou desligue o motor para evitar colisões e atropelamentos;

– Ao se deparar com o peixe-boi marinho: não toque, não alimente, não forneça bebidas. Apenas admire de longe. Se ele estiver em perigo, machucado ou encalhado, entre em contato com o Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho/ Fundação Mamíferos Aquáticos pelos telefones: (83) 99961-1338 ou (83) 99961- 1352 (whatsapp). Fanpage e instagram: @vivaopeixeboimarinho.

– Peixes-boi marinhos reintroduzidos estão sendo monitorados via satélite no litoral nordestino. Ao encontrar um peixe-boi com um equipamento (semelhante a um cone com uma antena) ou apenas o equipamento, entre em contato com a Fundação Mamíferos Aquáticos pelos telefones acima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas