Moeda: Clima: Marés:
Início Consumidor

Preço da cesta básica em João Pessoa sobe 17% em 12 meses

Segundo dados do Dieese, com o valor atual na capital paraibana, a jornada de trabalho necessária para comprar os itens é de 104 horas e 8 minutos

Cesta básica
Foto: Imagem ilustrativa/Pixabay

De acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o preço dos alimentos que compõem a cesta aumentou 17,07% em João Pessoa nos últimos 12 meses, chegando a R$ 573,70 no último mês de abril, quando foi registrada uma alta de 1,03% em comparação ao mês anterior. A porcentagem supera o acumulado da inflação em um ano registrado pelo IBGE, que em março foi de 11,30%.

Conforme o Dieese, apenas em 2022, o preço da cesta básica na capital paraibana teve uma alta de 12,31%. Com o valor atual, a jornada de trabalho necessária para comprar os itens com o salário mínimo é de 104 horas e 8 minutos.

Os produtos com alta de preço médio em relação a março foram óleo (11,22%), manteiga (6,68%), feijão (3,86%), leite (3,53%), pão (1,92%), café (1,82%) e arroz (0,17%). Houve também produtos com redução de preço médio: banana (-2,27%), farinha (-1,57%), carne (-0,38%), açúcar (-0,24%) e tomate (-0,14%).

Ainda segundo o Dieese, em João Pessoa o percentual do salário mínimo líquido para compra dos produtos da cesta é de 51,17%.

Números nacionais

Em abril, o valor do conjunto dos alimentos básicos aumentou em todas as capitais onde o Dieese realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. Entre março e abril, as altas mais expressivas ocorreram em Campo Grande (6,42%), Porto Alegre (6,34%), Florianópolis (5,71%), São Paulo (5,62%), Curitiba (5,37%), Brasília (5,24%) e Aracaju (5,04%). A variação observada em João Pessoa (1,03%) foi a menor no período.

São Paulo foi a capital onde o conjunto dos alimentos básicos apresentou o maior custo (R$ 803,99), seguida por Florianópolis (R$ 788,00), Porto Alegre (R$ 780,86) e Rio de Janeiro (R$ 768,42). Nas cidades do Norte e Nordeste, onde a composição da cesta é diferente das demais capitais, os menores valores médios foram registrados em Aracaju (R$ 551,47) e João Pessoa (R$ 573,70).

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.