Início Notícias

PMJP prorroga medidas de isolamento por mais 15 dias

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou nesta sexta-feira (17) que irá prorrogar os decretos que garantem o isolamento social na cidade. Com a medida, o comércio segue temporariamente fechado, a exemplo de shoppings, cinemas, academias, salões de beleza, bares e restaurantes. Apenas os serviços essenciais ficam abertos. As aulas na rede municipal de ensino estão suspensas por mais 15 dias, assim como o funcionamento do transporte público na capital paraibana, que vai permanecer ofertando linhas exclusivas para profissionais de saúde. A prorrogação das medidas terá validade até o dia 3 de maio.

Leia também:

A manutenção do distanciamento social acontece depois do aumento no número de casos notificados, já confirmados e do total de pessoas que não resistiram à doença. Medido por um serviço de monitoramento, o índice de isolamento social na cidade se encontra em 47,3%, quando o recomendado pelas autoridades sanitárias é de 70%.

Segundo a prefeitura, a disseminação do vírus chegou a 37 bairros da Capital, o equivalente a 57,8% do município. “O isolamento social é considerado o meio mais eficaz no combate à epidemia, como preconiza o protocolo internacional de enfrentamento à Covid-19 e como já determinou o Conselho Nacional de Saúde. A tendência é de termos dias mais difíceis pela frente. A hora é de salvar pessoas para chegarmos, no tempo certo, a uma volta segura à normalidade”, disse o prefeito.

Refeições em creches e escolas

De acordo com o gestor, o programa de refeição nas creches e escolas em tempo integral agora vai chegar a outras 15 unidades educacionais de horário regular, passando a beneficiar 35 mil estudantes por dia. A medida atende a 136 espaços de ensino da capital paraibana. A ampliação no atendimento já acontece a partir desta sexta-feira. “As novas escolas atendidas estão localizadas em áreas próximas a comunidades com maior número de famílias em condição de vulnerabilidade social”, apontou.

Transporte público

Responsável por reunir até 170 mil passageiros por dia, aumentando o potencial de proliferação da Covid-19, o transporte público seguirá com as atividades temporariamente suspensas, com exceção do atendimento oferecido aos profissionais de saúde.

Como forma de assegurar a manutenção dos empregos dos 2.200 funcionários das empresas de transporte, a Prefeitura de João Pessoa firmou um acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa (Sintur-JP) e vai adquirir os bilhetes de transporte regulares utilizados por profissionais da administração municipal, no passe-livre e por outros segmentos sociais. A antecipação dos créditos será compensada, gradualmente, quando houver o retorno do serviço.

Saiba mais sobre o novo coronavírus:

Comentários

  • Jordao Barrios disse:

    Essa cambada ( politicos) , estão usando a pandemia pra pressionar o Gov Federal pra o q eles querem , abrir as torneiras ( $$$$$) pras farras … só comedores de capim não visualizam essa realidade… duvido q algum está preocupado comigo ou aquele etc ;

  • Ana disse:

    O número de internados por coronavirus aumentou, o número de infectados aumentou, o número de mortes também aumentou mas vem os “atletas” aqui dizer que não tá de acordo com o isolamento, que não faz isolamento. É muita falta de empatia e amor ao próximo, esse tipo de gente só vai acentuar o rabo em casa quando o pai/mãe/filho morrer! SEMPRE teve pobreza, fome mas esses hipócritas nunca se manifestaram pra nada as mas de “repente” tá todo mundo preocupado com a fome. Ah tá, sei, uhum, blz! Sou favelada, sou pobre vivo com o mínimo, mas minha vida e minha saúde é valiosa vou precisar delas quando isso tudo passar. Trabalho, a gente recupera, a morte não! #secuida #ficaemcasa

  • Donald disse:

    Querem sair de casa? Saí, pode ir! Vá logo, depois que não tiver respirador pra vcs nos hospitais… vai reclamar do governo… vai não… vai morrer antes!

  • Fernando Assis disse:

    Covarde, mil vezes covarde. Você não me representa prefeito. Não parei de trabalhar, faço as medidas de segurança e não estou em casa. Covardes!! Não se faz isso com a população. Eu achei que tinham homens nessa cidade, mas tem muita mulher mais homem que esse banana.

  • Fernando Assis disse:

    Uma irresponsabilidade para com a população e a cidade, depois nós pagarmos o pato da covardia do gestor. Eu não aceito e não faço isolamento. Tenho saído pra todo canto tomando as medidas protetivas e estou bem. Covardes, covardes, mil vezes covardes.

  • Luiz lima disse:

    Assim é facil,esses”politicos coeerente”tem seus ganhos seguro e muito alto pede pra que os trabalhadores fiquem em casa sem nada pra comer e solta os bandidos da cadeia so pra fazer assalto.isso sr:merda prefeito vc como os outros vão afundar jp.e o Brasil por que não fecha os supermercados e farmácias que estão almentando td.pode isso…palhaçada

  • DOGIVAL BARBOSA TAVARES disse:

    ISSO É INSENSIBILIDADE. FALTA DE NOÇÃO. NÃO TER O MÍNIMO DE EMPATIA.

  • Bruna disse:

    Que palhaçada

  • Marcos disse:

    Sem esse isolamento os casos seriam explosivos na cidade, veja Fortaleza e Manaus onde deram ouvidos a gestores incompetentes.

  • José alyson disse:

    Bom seria se não tivesse acontecido mas a oms em nenhum momento orientou a fechar tudo e sim distanciamento fazer político com dinheiro no bolso e a barriga cheia é fácil fala pra que nao tem hipócritas

  • Fabiana disse:

    O falido pode se recuperar. O FALECIDO, não! Sou pobre e entendo que minha vida vale mais, prefiro ficar em isolamento vivendo com o básico do básico que arriscar minha vida e a dos meus familiares… Esse povo que organiza passeata/caminhada e se aglomeram pedindo o fim do isolamento social teriam que assinar um termo de responsabilidade dispensado atendimento médico e o uso de respiradores caso se contaminem. Quer morrer? Morra!

    • Pedro disse:

      Vc não está preocupado porq como mesmo disse é pobre não tem nada a perder, e quem empresa e gera emprego? Acho q pessoas como vc quer ver o circo pegar fogo por pura inveja dos que tem alguma coisa. Triste.

  • revolta disse:

    deveria também criar um grupo para agilizar o auxilio emergencial federal um canal de apoio talvez tem gente com fome e com fome não tem isolamento social certo

  • Pablo Henrique disse:

    Palhaçada! Ridículo! Porque não extendem logo pra 2 de janeiro de 2021?

  • Pedro disse:

    68% da renda do estado vem de pequenos comércios, tudo vai fechar desse jeito!

  • José Carlos Marinho disse:

    Prudente. Espero que o governo do Estado siga essa mesma linha de raciocínio. Acredito também que vidas são mais importantes do que TUDO, e como representantes do povo, em certo sentido, são responsáveis por suas vidas também!

  • davide disse:

    o isolamento é eficaz e chegou em 37 bairros? então significa que não sabem mesmo nada de prevenção.

    • Laila disse:

      Imagine, chegou em 37 bairros de um total de 63 com muita gente reclamando do isolamento, imagine o que seria?

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.