Início Política

Prioridade de João na Assembleia Legislativa é a Fundação PB Saúde

O governador João Azevêdo (sem partido) disse nessa segunda-feira (27) que uma das prioridades do Governo do Estado para esse início de ano é a aprovação da Fundação PBSaúde na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

A matéria chegou a ser discutida na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no fim do ano passado, mas não avançou por conta dos desdobramentos da Operação Calvário que atingiu em cheio a Casa com a prisão da deputada Estela Bezerra (PSB) e o mandado de busca e apreensão na residência da deputada Cida Ramos (PSB).

“Mesmo durante todas as turbulências que tivemos em 2019, a Assembleia Legislativa teve seu papel de permitir e oferecer ao Governo do Estado a governabilidade que ele precisa. A questão da PBSaúde que é um ponto a ser discutido é um consenso entre todos nós porque o modelo de Organização Social na Paraíba não funcionou e precisamos apresentar um outro modelo. Por isso, apresentamos a ideia da Fundação que fará a gestão de todos os hospitais na Paraíba. Tenho certeza que esse não será um tema com grandes dificuldades”, disse o governador.

Azevêdo destacou ainda a Reforma da Previdência que também tramita no Legislativo estadual. “É importante entender que aquilo que está na Assembleia é o que o Governo do Estado é obrigado a fazer em termos de operação que é a de trabalhar em relação a alíquota. Nós poderíamos trabalhar com a alíquota única ou com a tabela progressiva”, observou.

Segundo o governador, a tabela progressiva geraria ganhos maiores para o Estado, que teria uma arrecadação maior, entretando, o servidor que já é aposentado e pensionista, que ganham de R$ 1 até R$ 6 mil, seria penalizado no sentido de que passariam a contribuir.

“E nós achamos que não é justo, achamos importante que tenha a possibilidade de proteger essas pessoas que dedicaram suas vidas ao serviço público e que agora estão nessa condição. Por isso que a nossa proposta é de uma alíquota única de 14% e será implantada para quem está na ativa, isentando aposentados e pensionistas que estão dentro dessa margem”, destacou.

O governador ainda fez referência a contribuição do deputado Adriano Galdino (PSB) como presidente da ALPB. “A presidência do deputado Adriano Galdino fez com o que a Assembleia conduzisse todos os processos numa direção positiva. Eu tenho certeza que 2020 não será diferente. Teremos um ano difícil economicamente, mas a Paraíba vai estar preparada para enfrentar mais um ano de dificuldade na área financeira e vamos chegar ao final do ano com um balanço positivo, assim como em 2019”, afirmou.

Sobre a liderança do Governo na Assembleia Legislativa, o governador João Azevêdo confirmou que o deputado Ricardo Barbosa (PSB) continua desempenhando a liderança este ano. “Não tenho intenção alguma de mudar por influência de uma mudança na liderança da oposição. Não funciona dessa forma. Enquanto houver disposição por parte do deputado e por parte do Governo, nós vamos trabalhar nessa direção”, afirmou, revelando que pode trabalhar pela ampliação da base na Casa.

*André Gomes, do Jornal CORREIO

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.