Moeda: Clima: Marés:

PRO-OFTALMO é solução para atuar com oftalmologia no Brasil

Descubra quais são os desafios para quem trabalha no campo da oftalmologia no país.

A oftalmologia é uma das carreiras mais buscadas dentro da medicina pelos estudantes. Conhecida como uma profissão satisfatória em matéria de realização pessoal e profissional, ela se destaca no ramo da saúde. No entanto, existem alguns desafios que precisam ser enfrentados por todos os futuros médicos oftalmologistas. Para isso, programas de atualização, como o PRO-OFTALMO, se tornam ferramentas fundamentais à formação.

Foto: Ksenia Chernaya / Pexels

Importância do PRO-OFTALMO para a formação continuada

Uma das especialidades médicas que tem o maior número de profissionais médicos no Brasil é a oftalmologia. Segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), ela também está na décima primeira posição em número de residências médicas, conforme aponta o senso de 2021.

Ao todo, existem pouco mais de 13 mil médicos oftalmologistas formados no Brasil. O país é referência mundial no tratamento de retina e de transplantes de córnea, considerados procedimentos de alta complexidade. No entanto, a utilização das mais modernas tecnologias já encontra-se em ampla disseminação local. Inclusive, os avanços exigem que os profissionais busquem por saídas como o PRO-OFTALMO a fim de garantir conhecimento aprofundado na área.

Em outras palavras, qualquer um que queira se especializar em oftalmologia precisa ter em mente a necessidade da formação continuada. Não se trata apenas de uma opção para ingressar em programas de atualização em oftalmologia, mas sim uma exigência. O médico que não aderir a esse pensamento certamente encontrará mais dificuldades do que as que estão apontadas abaixo.

Tecnologia é uma das formas de quebrar barreiras dentro da oftalmologia

É consenso entre os médicos especializados em oftalmologia que uma das barreiras a serem enfrentadas no início da carreira está no alto custo de equipamentos necessários. Caso a pessoa não tenha acesso a algum tipo de clínica compartilhada, o custo para montar o próprio consultório pode ser bem elevado.

Neste sentido, a tecnologia tem oferecido alternativas bem mais acessíveis aos oftalmologistas. Por outro lado, por se tratar de mecanismos novos, os profissionais precisam de conhecimento técnico especializado que foge ao padrão comum.

Fidelização de clientes como desafio para os médicos

Outro ponto que sempre merece atenção, não apenas para oftalmologistas, mas também para outras áreas da medicina é a fidelização de clientes. A situação econômica do país fez com que boa parte dos usuários de planos de saúde particulares migrassem para o Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 71% dos brasileiros dependem de atendimento público e gratuito.

Por outro lado, as pessoas estão dispostas a pagar por consultas e atendimento de qualidade, desde que haja um valor acessível. Hoje, não basta apenas abrir um consultório para que ele fique repleto de pacientes, é preciso investir na imagem pessoal, no bom serviço e na excelente capacitação.

Todos esses aspectos podem ser apreendidos e observados no Programa de Atualização em Oftalmologia (PRO-OFTALMO) ou em outros que sejam correlatos. Mais do que nunca, é importante que os profissionais da área se mantenham alinhados com as melhores práticas do mercado.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.