Início Política

Ricardo Coutinho assume composição provisória do PSB na PB

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, assume a presidência do PSB no estado de forma provisória. A composição temporária foi apurada pela produção da Rede Correio Sat e levada ao ar no programa Balanço Geral desta segunda-feira (9).

A vice-presidência da legenda no estado fica com o governador João Azevêdo; o senador Veneziano Vital do Rêgo é o secretário-geral; a prefeita de Conde, Márcia Lucena, é a primeira secretária; o secretário executivo de Planejamento do Governo da Paraíba, Fábio Maia, é o secretário de Finanças; a secretária estadual de Mulheres do PSB na Paraíba, Valquíria Alencar de Sousa, é a secretária especial, assim como Edvaldo Rosas, que era o presidente da legenda.

Reunião convocada em caráter de urgência pelo PSB nacional para definição da composição provisória (Foto: Edinho Magalhães/Brasília)

A composição provisória foi definida durante reunião da executiva nacional do partido em Brasília, na tarde desta segunda-feira (9), convocada em careáter de urgência pelo presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

Em um novo encontro, que ainda será marcado depois de 120 dias, a partir desta segunda (9), o PSB deverá definir como ficará a composição permanente do partido no estado depois da destituição de Edvaldo Rosas.

Na carta enviada por João Azevêdo à Executiva Nacional, ele disse não entender os motivos e não aceita a dissolução do Diretório Estadual, principalmente da forma que foi feita, “recolhendo assinaturas na calada da noite e sob argumento de que seria para reestruturar o partido no estado. Argumento esse que objetivou, inclusive, a assinatura de vários diretorianos, que depois se sentiram enganados e pediram para retirar suas assinaturas”.

Na Assembleia

A carta enviada ao presidente nacional Carlos Siqueira foi assinada por quatro dos oito deputados estaduais do PSB, entre eles o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, e os deputados Pollyanna Dutra, Ricardo Barbosa e Hervázio Bezerra, que ocupa o cargo de secretário de Estado do Esporte. Na lista, também aparecem os nomes de seis prefeitos: Ricardo Pereira (Princesa Isabel), Chico Mendes (São José de Piranhas), Maia Eunice (Mamanguape), Fábio Tyrone (Sousa), Benício Araújo (Pilar) e Murilo Nunes (Araçagi).

Confira a carta enviada por João Azevêdo ao PSB:

Carta João PSB

*Com informações de Edinho Magalhães em Brasília

Comentários

  • Thomas Costa disse:

    Não entendo essa pressa… se fosse dessa comissão ser formada como Ricardo e outros queria, tinha que ser lá pra frente e também e tinha que ser descultido de forma democrática. Da forma colocada “na calada da noite.” Acabou criando essa crise de tri do PSN que tem tudo pra dar continuidade a um Projeto que vem sendo feito dentro do nosso estado.!

  • Saulo Tarso de Oliveir disse:

    vejo como certo vez alguem falou um Partido quando cresce ele e cresce muito ele termina explodindo…..será que é isso mesmo que estar acontecendo com o PSB…….vamos esperar

  • Anselmo Lemos disse:

    Tudo farinha do mesmo saco!! Não tenho pena de nenhum!! Pra mim isso é o mesmo que uma briga de facções no presídio, acho bacana ver eles se acabarem por si só! Tudo sacana nojentos, vive da melhor forma possível roubando dos cofres públicos!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.