Malu Vinagre

'Tijopor'

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Dança das cadeiras
Plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba (Foto: Reprodução)

Saiba quem são os suplentes na torcida pela ‘dança das cadeiras’

Na Assembleia Legislativa, a bancada governista terá 22 representantes, já na Câmara Federal são 6 deputados

1023
COMPARTILHE

Passada a euforia das eleições proporcionais na Paraíba, e conhecendo os 36 deputados estaduais que tomarão posse em janeiro de 2019, aqueles que já ocuparam as fileiras do plenário e não conseguiram se reeleger neste pleito já estão com os dedos cruzados, na torcida para que aconteça a tradicional ‘dança das cadeiras’, com eleitos sendo chamados para ocuparem cargos no Poder Executivo e, claro, dando a vez a quem está na suplência.

Em ambos os lados, tanto nos governistas como nos oposicionistas, há a possibilidade de que algum eleito seja chamado para ocupar a titularidade de secretarias ou até mesmo abrir a vaga por se eleger nas eleições municipais de 2020.

Na bancada do governador eleito João Azevêdo, alguns nomes já integraram secretarias na gestão de Ricardo Coutinho, como Cida Ramos, Adriano Galdino, Ricardo Barbosa, Buba Germano, entre outros. Pelo lado da oposição, nomes como Tovar Correia Lima e Dinaldinho também deixaram suas vagas para os suplentes.

Jutay Menezes (PRB) é o que está mais próximo de ocupar uma vaga na ALPB. Ele é o primeiro suplente na Coligação A Força do Trabalho II, porém, apesar de estar no grupo governista, apoiou a candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) ao Governo do Estado. Então, para que Jutay assuma uma vaga no Legislativo, João Azevêdo terá que ou convencê-lo a se aliar ao seu projeto novamente, ou terá que abdicar de um parlamentar na Assembleia.

Bancada Governista

Na coligação ‘A Força do Trabalho II’, composta pelo PSB, PTB, PRB, Podemos, PDT, PCdoB e PRP, foram eleitos 15 deputados estaduais. Como a chapa é da base do governador eleito João Azevêdo (PSB), a probabilidade de mais suplentes assumirem os cargos é maior, visto que algum dos eleitos podem ser chamados para ocupar secretarias no governo. Veja os suplentes da coligação.

  1. Jutay Menezes (PRB)
  2. Lindolfo Pires (Podemos)
  3. Trocolli Junior (Podemos)
  4. Doutor Romualdo (PSB)
  5. Valdinho Romão (PSB)
  6. Antonio Mineral (PSB)
  7. Adelson Moura (PSB)
  8. Arthur Filho (Podemos)
  9. Anderson Maia (PSB)
  10. Célio Alves (PSB)
  11. Galego do Leite (Podemos)
  12. Silvia da Pesca (PRB)
  13. Ernandes Gouveia (PDT)
  14. Sávio Salvador (PDT)
  15. Danielle (PDT)

Já pela coligação ‘A Força do Trabalho IV’, composta pelo Avante, PT e PROS, foram eleitos quatro deputados estaduais. A probabilidade de algum deles assumir algum cargo também existe, isso porque nenhum nome do Partido dos Trabalhadores figurou entre os eleitos, então, para agradar o aliado, João Azevêdo pode fazer a famosa ‘dança das cadeiras’ para chamar algum petista. Veja os suplentes da coligação.

  1. Anísio Maia (PT)
  2. Jacó Maciel (Avante)
  3. Zé Paulo (PT)
  4. William Veras (Avante)

Ainda na base governista, a coligação ‘A Força do Trabalho V’, que é composta pelos partidos PPS, Rede, PMN e DEM, elegeu três deputados estaduais. Veja os suplentes da coligação.

  1. Rafaela Camaraense (PPS)
  2. Raoni Mendes (DEM)
  3. Doutor Zé Célio (PPS)

Oposição a João Azevêdo

Pela bancada oposicionista na Assembleia Legislativa da Paraíba, 14 deputados estaduais foram eleitos, 12 deles pelas coligações que apoiaram o candidato ao Governo do Estado Lucélio Cartaxo (PV) e outros dois nomes que estavam na chapa encabeçada pelo senador José Maranhão (MDB) que também se candidatou ao governo do estado nessa eleições.

Na coligação ‘A Força da Esperança II’, que era composta pelo PV, PSD, PP, PTC, PHS, PSC e PSDB, foram eleitos sete deputados estaduais. Como os partidos que integram a coligação estão presentes em algumas prefeituras, como João Pessoa e Campina Grande, também existe a possibilidade de algum deputado ser chamado para ocupar algum cargo no poder executivo, deixando a vaga em aberto para os suplentes. Veja os suplentes da coligação.

  1. Jane (PP)
  2. Cláudio Régis (PP)
  3. Gustavo Wanderley (PV)
  4. Renato Gadelha (PSC)
  5. Zennedy Bezerra (PV)
  6. Emano Santos (PV)
  7. Lucas de Brito (PV)

Pela coligação ‘A Força da Esperança IV’, composta pelos partidos DC, PSL, PRTB e Solidariedade, foram eleitos três deputados estaduais. Veja os suplentes da coligação.

  1. João Almeida (Solidariedade)
  2. Irmão Cézar (PSL)
  3. Sargento Neto (PRTB)

O ‘Patriota’ não fez nenhuma coligação para a disputa pela Assembleia Legislativa, mas conseguiu eleger dois parlamentares. Veja os suplentes da coligação.

  1. Janduhy Carneiro (Patriota)
  2. Euda Fabiana (Patriota)

Ainda pelo lado oposicionista ao governador eleito João Azevêdo, aparecem os deputados estaduais eleitos na chapa composta pelo senador José Maranhão (MDB). A coligação ‘Porque o Povo Quer II’ elegeu dois parlamentares para ocuparem as fileiras da Assembleia Legislativa estadual. Veja os suplentes da coligação.

  1. Jullys Roberto
  2. Olímpio

Suplentes na Câmara Federal

A Paraíba também elegeu nesse domingo (7), os 12 novos deputados federais que representarão o estado em Brasília pelos próximos quatro anos. A renovação dos cargos foi de 50%.

Pela bancada do governador eleito João Azevêdo, foram eleitos seis deputados federais, justamente a metade dos parlamentares que vão representar o estado na Câmara Federal. A coligação ‘A Força do Trabalho I’, integrada pelo PSB, PTB, PRB, PT, DEM, PDT, PCdoB e Podemos dispõe dos seguintes suplentes:

  1. Ana Cláudia Vital (Podemos)
  2. Bispo José Luiz (PRB)
  3. Sandra Marrocos (PSB)
  4. Marcos Henriques (PT)
  5. Gregória Benário (PCdoB)
  6. Anderson Almeida (Podemos)

Já pela bancada oposicionista, pelo lado encabeçado pelo grupo aliado a Lucélio Cartaxo (PV), foram eleitos outros cinco deputados. A coligação ‘A Força da Esperança I’, dos partidos PV, PSDB, PSD, PSC e Solidariedade elegeram três parlamentares e têm os seguintes suplentes:

  1. Leonardo Gadelha (PSC)
  2. Bruno Cunha Lima (Solidariedade)
  3. Manoel Junior (PSC)

Ainda no campo dos aliados ao projeto do Partido Verde (PV) na Paraíba, outras duas coligações elegeram um deputado, cada. A coligação ‘A Força da Esperança V’, composta pelo PP, PTC, PHS e PPL terá como suplente a vereadora Eliza Virgínia (PP), já a coligação ‘A Força da Esperança III’, integrada pelo PSL, DC e PRTB terá como suplente o Capitão Antonio (PSL).

Pela chapa do senador José Maranhão (MDB), um deputado conseguiu se eleger na coligação ‘Porque o Povo Quer I’, composta pelo MDB, PR e Patriota. O suplente do grupo é Benjamim Maranhão (MDB).

*O levantamento dispõe de um suplente para cada eleito. Porém, todos que não foram eleitos em uma coligação que terá representação podem assumir o cargo em algum momento, desde que a vaga esteja desocupada por ordem.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas