Praias
Outras 50 podem ser usadas para banho em todo o estado (Foto: Portal Correio)

Seis praias devem ser evitadas na Paraíba; veja orientações

Sudema recomenda aos banhistas que evitem trechos de praias localizados em áreas frontais a desembocaduras de galerias de águas pluviais

27
COMPARTILHE

Seis praias da Paraíba estão impróprias para banho, conforme relatório semanal emitido pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema). Outra 50 estão liberadas, com qualidade da água variando entre excelente, muito boa e satisfatória. O relatório dessa quinta-feira (11) vale até a emissão do próximo, na sexta-feira (19).

Trechos

Praias de João Pessoa

De acordo com o relatório semanal, em João Pessoa estão impróprias para o banho as praias do Bessa I, na Avenida Presidente Afonso Pena, em frente ao estabelecimento comercial Sorveteria Friandise e também próximo ao maceió da praia do Bessa; de Manaíra, nos trechos 100 metros à direita e 100 metros à esquerda da galeria pluvial no final da Ruy Carneiro/Bahamas, e em frente à Pousada Verde Mar, na Avenida João Maurício; praia do Cabo Branco no trecho próximo ao final da Rua Áurea, próximo à desembocadura da galeria pluvial, na rotatória do final da Av. Cabo Branco e no trecho 100 metros à direita e 100 metros à esquerda da desembocadura da galeria pluvial; na praia da Penha, 100 metros à direita e 100 metros à esquerda da desembocadura do Rio do Cabelo; e na praia de Jacarapé, no trecho 100 metros à direita e 100 metros à esquerda da desembocadura do rio Jacarapé.

Pitimbu

Recomenda-se evitar a praia do Maceió, no trecho que fica 100 metros à direita e à esquerda da desembocadura do Riacho Engenho Velho.

Recomendação

A Sudema recomenda aos banhistas que evitem os trechos de praias localizados em áreas frontais a desembocaduras de galerias de águas pluviais, principalmente se houver indício de escoamento recente.

A equipe da Coordenadoria de Medições Ambientais da Sudema divulga, uma vez por semana, a situação de balneabilidade das 56 praias, por meio de coleta de material para análise nos municípios costeiros do estado.

Em João Pessoa, Lucena e Pitimbu, que são praias localizadas em centros urbanos com grande fluxo de banhistas, o monitoramento é semanal. Nos demais municípios do litoral paraibano a análise é realizada mensalmente.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas