Início Notícias

Servidores do MPPB cogitam ‘cruzar os braços’ caso direitos não sejam cumpridos

Os servidores do Ministério Público da Paraíba (MPPB) podem deflagrar uma greve caso alguns direitos, dentre eles o que prevê o pagamento da data-base da categoria em 1º de janeiro de cada ano, não sejam cumpridos. Diante do impasse, os servidores se reunirão em assembleia nesta sexta-feira (11) para discutir o assunto.

De acordo com o presidente do sindicato, Daniel Guerra, os servidores vêm acumulando muitas perdas ao longo dos anos, e ainda aguardam o pagamento de pendências referentes aos exercícios de 2016 e 2017.

Daniel disse que por conta desse impasse existe um alto grau de insatisfação entre os servidores. Ele lembrou que o sindicato tem tentado por diversas vezes resolver as variadas pendências por meio do diálogo, com todo o equilíbrio e serenidade, mas também com firmeza. “Apesar das inúmeras tentativas, até o momento a Administração Superior não nos apresentou nenhuma proposta concreta, o que tem deixado a categoria insatisfeita. Estamos buscando um nova rodada de negociações e esperamos que haja uma sinalização para ser levada à assembleia”, declarou.

A assembleia está programada para acontecer a partir do meio-dia na sede da entidade, no Centro de João Pessoa.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.