Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Sindicato quer barrar lei que permite privatizações

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb) vai acionar a Justiça para tentar barrar o projeto aprovado, nessa quinta-feira (14), na Câmara de Campina Grande, que permite a privatização de serviços nas áreas de saúde, educação, construção, entre outras. Segundo o sindicato, até o trabalho de distribuição de água, saneamento e esgoto, feito pela Cagepa, também são alvos do projeto.

Leia também: CMCG altera lei que permite privatizações em vários serviços

Câmara deu ‘cheque em branco’

De acordo com o presidente do Stiupb, Wilton Maia, a Câmara passou um ‘cheque em branco’ para que a iniciativa privada administre a Prefeitura em tudo.

Ele disse que não pode assumir os destinos da Cagepa através de um projeto de “duas folhas e achar que é dona da cidade”. Maia ressaltou que Campina não possui reservatório e nem estação de tratamento, por isso caso a Cagepa seja privatizada a cidade vai perder da mesma forma como aconteceu na venda da Celb.

Parceria para a realização do São João

Wilton Maia afirmou que a Prefeitura já mostrou que é ineficaz para celebrar parceria público-privada e lembrou a realização do São João. “Aquela parceria para os festejos juninos destruiu o maior evento da cidade e ainda colocou vidas em risco com o incêndio verificado no Parque do Povo”, afirmou.

Comentários

Haroldo disse:

Câmara imbecil. Privatizar nunca!

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.