Sousa vence São Paulo Crystal e está na final do Paraibano 2021

Depois de chegar à final e ganhar em 1994 e 2009, esta é a terceira vez que o time sousense decide a competição estadual
Sousa x São Paulo Crystal
Único gol da partida foi marcado por Rony Lobo (Foto: Divulgação/Sousa EC)

O Sousa Esporte Clube está na final do Campeonato Paraibano de 2021. O Dinossauro venceu o São Paulo Crystal por 1 a 0, nesta terça-feira (1°), no estádio Marizão, em Sousa. O gol foi marcado por Rony Lobo. O jogo teve confusão antes de começar, foi paralisado no primeiro tempo, mas teve muita festa no fim.

Esta é a terceira vez que o time sousense decide uma competição estadual. A primeira vez que o Sousa chegou à decisão foi em 1994, se sagrando campeão estadual. O representante sertanejo voltou a decidir outro título na temporada de 2009, também sendo campeão. E agora, tenta o tricampeonato, em 2021.

Com a vitória, o Sousa se garante na Série D do Campeonato Brasileiro de 2022, além de se garantir na Copa do Brasil e na Copa Nordeste na próxima temporada. O Dinossauro ganhou ainda o direito de fazer a grande final em casa, pois de acordo com o regulamento, o time fez melhor campanha na competição, com 19 pontos.

Confusão e paralisação

A partida foi iniciada com oito minutos de atraso, devido à falta de um desfibrilador, um dos equipamentos importantes para assistência médica nas partidas de futebol. Mesmo assim, depois de muita discussão entre dirigentes do Sousa, representantes da Federação Paraibana de Futebol e o patrocinador, o jogo foi iniciado.

Porém, logo aos seis minutos que a bola estava rolando, aconteceu uma nova paralisação. Em jogada pelo lado direito do ataque do São Paulo, antes de uma cobrança de falta, um enxame de abelhas invadiu o campo. Foi uma correria dos jogadores e pessoal da arbitragem e alguns atletas ficando deitados no gramado por cerca de três minutos.

O Sousa errou muito no primeiro tempo e não conseguiu apresentar o futebol esperado pelo treinador Índio Ferreira. A prova disso é que o time sousense criou apenas duas oportunidades no ataque. Mesmo assim, sem oferecer perigo em jogadas de Rodrigo Poty e Liniker.

O São Paulo Crystal conseguiu ser mais perigoso, chegando com mais tranquilidade nas jogadas, pelos lados, com Gustavo e Guilherme. A melhor jogada do tricolor foi com o camisa 6, que exigiu uma grande defesa do goleiro Ricardo. O resultado de 0 a 0 terminou persistindo na primeira etapa.

Certamente o treinador Índio Ferreira cobrou uma reação dos jogadores do Sousa. Com isso, o Dinossauro voltou para o segundo tempo arrasador e não demorou para fazer o primeiro e único gol do jogo. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Rony Lobo marcou de cabeça, aos dois minutos.

Antes, o Sousa já tinha avisado que estava com mais apetite para buscar o gol, e chegou a colocar uma bola na trave, através de Rodrigo Poty. A partida, na verdade, apresentou mais emoção, pois o São Paulo partiu para buscar o empate, especialmente em duas cobranças de falta, sendo uma com Biro Paraíba e outra com Gustavo.

Goleiro menos vazado

A defesa do Sousa esteve firme e não cedeu espaço, dificultando as coisas para o oponente. Nas vezes em que a bola passou pelos zagueiros, estava lá, o goleiro Ricardo para garantir a vitória na partida desta quarta, e, principalmente, defender a condição de ser o goleiro menor vazado da competição, pois deixou passar apenas uma bola, até agora.

Próximo jogo: final

O Sousa ganhou o direito de disputar o titulo estadual, na temporada de 2021, em oito jogos. O time venceu seis partidas, empatou uma e perdeu outra.

Agora, o Dinossauro espera o adversário que será conhecido nesta quarta-feira (2), entre Botafogo e Campinense, no estádio Almeidão.

Os times

Sousa: Ricardo, Arisson, Rony Lobo, Marcelo Duarte, Wesley (Gilson), Daniel Costa, Liniker, Juninho, Wesley Soares (Almir), Poty (Cassiano) e Dentinho (Gabriel).

São Paulo-PB: Nunes, Gustavo, Cleiton, Gualberto, Guilherme (Maceió), Augusto Recife, Leo Henrique (Isaías), Robert (Mael), Leandro Cearense, Biro Paraíba e Henrique.

Arbitragem

O árbitro Afro Rocha comandou o encontro entre Sousa e São Paulo Crystal. Os assistentes foram Gleison Francisco e Rafael Guedes. O reserva foi Douglas Magno.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.