|
Sexta-feira, 07 dezembro 2018
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Hospital Metropolitano

Lígia não vai à entrega de hospital e Ricardo evita falar de política

A vice-governadora da Paraíba Lígia Feliciano (PDT) não participou da entrega do Hospital Metropolitano de Santa Rita, que ocorre na manhã desta quarta-feira (4). A situação abre...

Divulgado o resultado da seleção do Hospital Metropolitano

O Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (Ipcep) divulgou neste sábado (31) a lista de convocados no processo seletivo para o Hospital Metropolitano Dom José Maria...

Veja relação de aptos a entrevistas de emprego no Hospital Metropolitano

O Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (Ipcep) divulgou nesta terça-feira (6) a lista de candidatos aptos a participarem das entrevistas para seleção do Hospital Metropolitano...

Começam na quarta entrevistas para seleção de hospital

O processo seletivo para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires continua o cronograma de atividades com as entrevistas dos candidatos classificados a partir desta quarta-feira (7),...

TCE suspende contrato de empresa que iria gerir o Hospital Metropolitano

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu, nessa terça-feira (30), a contratação do Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (IPCEP) pelo governo para gestão do...

Terminam inscrições para vagas no Hospital Metropolitano

Termina, nesta quinta-feira (25), prazo para as inscrições para o Processo Seletivo que vai contratar 1.289 profissionais de nível superior e médio para atuação no Hospital Metropolitano...

Edital de seleção pode estar irregular e vira alvo do CRM

O Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed-PB) verificou uma série de inconsistências no edital do Processo Seletivo que espera contratar 1.289 profissionais para atuação no Hospital Metropolitano...

Abertas inscrições para 1,2 mil vagas no Hospital Metropolitano

Começam, nesta segunda-feira (18), as inscrições para o Processo Seletivo que vai contratar 1.289 profissionais de nível superior e médio para atuação no Hospital Metropolitano Dom José...

Estado anuncia seleção de 1.289 profissionais

Começa nesta segunda-feira (18) o Processo Seletivo para profissionais que atuarão no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, na Grande João Pessoa. Serão selecionados...
Mais artigos sobre

Hospital Metropolitano

- Advertisement -

Notícias mais lidas

incêndiovideo

Vídeo mostra ação que resultou em incêndio a supermercado

Imagens de um circuito de segurança externo próximo ao supermercado que foi incendiado após uma tentativa de roubo, durante a madrugada dessa terça-feira (4), mostram o momento da ação criminosa praticada no bairro da Liberdade, em Campina Grande, que culminou no incêndio. Veja acima. As imagens dão conta da chegada dos envolvidos em um carro, quando dois descem armados e esperam o local ser arrombado com a marcha a ré do veículo, em seguida entram com mais duas pessoas e tentam roubar o cofre do local usando explosivos, o que teria gerado o incêndio. Conforme o Corpo de Bombeiros, o laudo da perícia deverá sair dentro de 30 dias. As chamas foram contidas ainda pela manhã, mas a equipe precisou de mais de 10 horas para verificar e retirar todo o material incinerado, como também averiguar outras possíveis situações de risco no local, sendo necessário o apoio do Exército Brasileiro.

Funcionários amparados

Conforme a direção do supermercado, o seguro cobre parcialmente o incidente. Em contato com a TV Correio, a equipe de marketing garantiu que os funcionários não ficarão desamparados, uma vez que não houve vítimas, mas o incêndio acabou danificando toda a estrutura do estabelecimento.

Incêndio em Campina Grande é controlado; veja vídeos

Mais de 40 integrantes do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) trabalham, desde a madrugada desta terça-feira (4), no combate a um incêndio que atingiu um supermercado, no bairro da Liberdade, em Campina Grande. O fogo teve início após criminosos tentarem explodir o cofre do estabelecimento comercial, causando um incêndio que rapidamente se alastrou.

Trabalho

Conforme as informações do 2º Batalhão do CBMPB, desde as primeiras horas da manhã, as chamas foram controladas.  No entanto, os bombeiros continuam trabalhando no rescaldo – que é a verificação de todo o material queimado, para confirmar que não há mais risco. A ação conta com o apoio do Exército Brasileiro, que forneceu carros do tipo pipa para ajudar no abastecimento das viaturas do CBMPB.

Durante o combate, os bombeiros utilizaram o Líquido Gerador de Espuma (LGE) – uma tecnologia que proporciona uma economia de 70% no uso da água – bem como agiliza o processo de extinção do fogo, porque remove o oxigênio das chamas. O incêndio danificou a estrutura do estabelecimento e consumiu todo o estoque e equipamentos dispostos no local.

Sem vítimas

As informações recebidas pelas equipes é de que havia funcionários no início do incêndio, no entanto todos eles teriam saído a tempo. Quando os bombeiros chegaram ao local, não havia vítimas e não foi feito nenhum atendimento pré-hospitalar ou encaminhamento para unidades de saúde. A ação também conta com apoio das polícias Militar e Civil e a Superintendência de Transportes e Trânsito (STTP).

[playlist type="video" ids="125857,125858,125859,125860"]
Maestro João Carlos Martins

Maestro João Carlos Martins emociona público em JP

Encantamento e emoção foram os sentimentos externados por dezenas de pessoas que compuseram o cenário do encerramento do Festival de Música Clássica, no Parque da Lagoa, em João Pessoa. Os olhos atentos e a ansiedade estampada no rosto era a demonstração de que todos ali estavam prontos para ver um dos maiores maestros do mundo se apresentar. E quando o maestro João Carlos Martins subiu ao palco, o que era abstrato se concretizou nos aplausos de um público que o recepcionou de pé. Em cada nota soada pelas cordas dos violinos e violoncelos, na união das flautas e clarinetes, e nos metais dos trompetes e trombones a batida de cada coração. Um espetáculo, que de tão grandioso, fez um público acostumado a tirar os smartphones dos bolsos para registrar a imagem de artistas famosos, se esquecer que o equipamento móvel existe e preferir deixar marcado na alma a apresentação impecável de João Carlos Martins e da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa. No repertório Beethoven e Bach deram as boas-vindas, e não ficaram sozinhos. Vieram acompanhados de suas histórias muito bem contadas pelo maestro e pianista. João Carlos lembrou a surdez de Beethoven e o momento em que ele pensou em desistir da própria vida. “Mas ele sabia que era um grande artista e que tinha uma obra importante para deixar”, constatou o maestro João Carlos Martins. Em meio as histórias, João Carlos lembrou a própria e até fez piada com ela. “Depois de 23 cirurgias eu ouvi de vários médicos que nunca mais voltaria a tocar. Fui para médicos no exterior e todos diziam a mesma coisa. Aí para a igreja, e nada. Apelei para um Pai de Santo. Ele fez lá as rezas dele e me perguntou qual era a mão doente. Eu respondi que era a direita. Ele disse que a direita era mais fácil. Depois de tudo me falou: não se preocupe meu filho, daqui a um ano sua mão vai estar igualzinha a outra. Um ano depois a esquerda também estava perdida”, contou arrancando risos do público.

Ápice do concerto

Depois de Beethoven e Bach, João Carlos Martins levou o público ao delírio com Yesterday, dos Beatlhes, e Love of my life, do Queen. E quando todos achavam que o grande show tinha acabado, ele virou de costas para a orquestra e passou a reger o público, que o acompanhou e cantou em alto e bom som Trem das Onze, do Demônios da Garoa. Naquele momento, quem nunca entendeu como os componentes de uma orquestra conseguem entender o que o seu maestro os diz, sentiu no coração e na alma o que é se deixar conduzir pelas mãos incansáveis de quem teve tudo para desistir, mas decidiu seguir em frente. [video width="848" height="480" mp4="https://portalcorreio.com.br/wp-content/uploads/2018/12/WhatsApp-Video-2018-12-01-at-22.37.42.mp4"][/video]

Agradecimento

O maestro João Carlos Martins também agradeceu ao maestro Laércio Diniz e revelou uma história pouco conhecida do momento em que ele decidiu se reinventar. “Aos 64 anos, quando eu decidi que iria ser regente, liguei para o maestro Laércio e pedi que ele selecionasse um grupo de músicas para que eu pudesse aprender. Eu não tinha mais tempo para cursos. E assim ele fez”, relatou. Ao fim de tudo, todos de pé, artistas e público, trocaram nas palmas das mãos palavras silenciosas de agradecimento mútuo. [video width="848" height="480" mp4="https://portalcorreio.com.br/wp-content/uploads/2018/12/WhatsApp-Video-2018-12-01-at-19.10.03.mp4"][/video]
- Advertisement -