Malu Vinagre

'Tijopor'

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Jovem, Adolescente, Assassinato
Marina Alves tinha apenas 16 anos (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/TV Correio)

Testemunha conta detalhes do assassinato de Marina Alves, na Capital

Conforme a testemunhas, assassinato de Marina foi foi cometido a facadas desferidas por um jovem de 18 anos, preso nesse domingo, e por uma namorada do suspeito

277
COMPARTILHE

Uma adolescente de 14 anos contou em detalhes, para a Polícia Civil, como ocorreu o assassinato da jovem Marina Alves, encontrada morta no dia 21 de setembro em um rio de Jacarapé, em João Pessoa. Conforme a testemunhas, Marina foi assassinada a facadas desferidas por um jovem de 18 anos, preso nesse domingo (7), e por uma namorada do suspeito.

O conteúdo do depoimento da testemunha foi revelado pelo delegado Paulo Josafá, em entrevista a TV Correio. De acordo com o delegado, a adolescente de 14 anos foi testemunha do crime e estava no local do assassinato.

“A adolescente de 14 anos relatou que é amiga do suspeito e estava no local junto com ele, uma namorada dele, outra mulher e mais dois homens que ela não conhecia. Ela disse que eles saíram de ônibus em direção a Jacarapé, no dia do crime, e quando chegaram lá o suspeito puxou uma faca e junto com uma amiga dele esfaquearam a vítima. Após isso, a namorada do suspeito também deu uma facada na vítima e a outra mulher deu um chute. Ela também disse mais dois rapazes, amigos do suspeito, participaram do crime. Na volta (para casa), o suspeito disse que quem falasse sobre o crime iria morrer”, contou a testemunha no depoimento.

Ainda segundo o delegado, a adolescente resolveu contar o que sabia do crime após saber que o suspeito havia sido preso. A investigação sobre o assassinato vai ser conduzida pelo delegado Luiz Cotrim.

Suspeito preso

O jovem de 18 anos suspeito de ter assassinado Marina Alves foi preso em Ingá, Agreste paraibano, a 106 quilômetros de João Pessoa.

Conforme a TV Correio, a polícia chegou ao suspeito após receber uma denúncia de espancamento contra mulher. Ao chegar ao local indicado, os policiais flagraram o suspeito espancando uma adolescente de 14 anos que vivia como esposa dele.

Preso, o suspeito foi levado para a delegacia, onde a polícia descobriu que ele estava foragido e com mandado de prisão em aberto por ser o principal suspeito de ter assassinado a adolescente de 16 anos.

O crime

Uma jovem de 16 anos que estava desaparecida, foi achada morta em um rio de Jacarapé, em João Pessoa. Segundo apuração da TV Correio, Marina Alves saiu de casa no dia 18 de setembro e não deu mais notícias. O corpo foi achado com mãos e pés amarrados em Jacarapé, na Zona Sul da Capital.

À TV Correio, a mãe da jovem disse que ela não tinha inimigos, mas que costumava dar conselhos. “Nem tudo mundo é seu amigo. Seu amigo é sua mãe”, afirmou, aos prantos.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas