Início Notícias

Testemunha diz que PM matou vigilante inocente: ‘Tentei avisar’

Uma testemunha da morte do vigilante Deivisson Pereira, de 40 anos, ocorrida na madrugada desta sexta-feira (8), em Santa Rita, acusou a Polícia Militar de ter sido precipitada e matado um inocente. A vítima estava com a namorada em um uber, em área próxima à agência bancária onde acontecia um roubo, no bairro de Tibiri. A testemunha afirmou que não houve troca de tiros entre bandidos e policiais, descartando a hipótese de ‘bala perdida’. A testemunha contou ainda que tentou alertar os militares de que naquele carro não havia criminosos.

Segundo a testemunha, não havia assaltantes na rua onde aconteceu o caso. Ela alegou que tentou avisar aos policiais de que se tratavam de inocentes no carro, mas eles teriam continuado a atirar. Deivisson Pereira ainda foi socorrido no próprio carro de uber para o Hospital de Emergência e Trauma, mas morreu instantes após dar entrada na unidade.

O Portal Correio confirmou com a base da Polícia Militar na unidade de saúde que o corpo da vítima apresentava quatro perfurações. No entanto, o veículo só tinha uma marca de projétil.

Apesar de trabalhar como vigilante, Deivisson não estaria armado no momento do tiroteio. A testemunha afirmou que não houve qualquer reação das pessoas que estavam no carro. Para ela, não havia motivos aparentes que fizessem a polícia acreditar que aquelas pessoas seriam parte da quadrilha que atacou o banco – a não ser a proximidade do local à agência.

A redação procurou a Polícia Militar para saber a posição da instituição quanto as acusações da testemunha. A assessoria de comunicação informou que ainda está em diligências para solucionar o roubo e não se pronunciou a respeito da morte da vítima. Ainda de acordo com o setor, apenas as unidades especializadas podem se posicionar sobre o caso, todavia, até o fechamento desta reportagem, nenhum pronunciamento oficial foi realizado.

Comentários

  • Paula da silva santos disse:

    Isso é!! os militares irresponsável é pra Mostrar serviço.

  • Paula da silva santos disse:

    Esses policiais são um bando de despreparados e idiotas!!! os bandidos que explodiu a caixa estava muito longe dali, sabendo que a polícia estava a sua procura, esse militares merecia ser punidos, bando de irresponsável.

  • fernando disse:

    é bem possível que um advogado ou a corregedoria da pm pb diga que o vigilante estava correndo na rua, e foi atingido por 3 balas na fuga. e o outro tiro foi dado no carro com ele já embarcado. pois 4 tiros atingiram o vigilante e só tinha uma marca no carro no mínimo é estranho isso!

  • nonato disse:

    vejo um comentario como esse do sr lucio e me pergunto, será um comentario verdadeiro ou ficçao. convidar o cidadão pra sair da area de conforto. que area de conforto? quando saimos da area de conforto, levamos tiro de bandidos e tambem da policia. o ser humano que está dentro da farda tem a obrigaçao, o dever de detectar quem é bandido e quem é cidadao de bem, na duvida nao deve atirar. ele escolheu a profissao, ele recebe pra fazer policiamento nao pra matar. se ele entende que nao estar em condiçoes de estar na rua exercendo sua profissao com dignidade e honrra, pede demissaom pois nas outras profissoes como medicos, motoristas de onibus, etc. que trabalham com vidas humanas funciona assim. a vida é o mais importante, seja de um cidadao, seja de um policial.

  • Nivaldo Taciano disse:

    O fato é que houve imprudência e um cidadão de bem morreu.

  • Sjunior disse:

    Só tem especialistas aqui que não sai do celular…

    Aproveitando nenhuma reportagem aqui sobre a morte da vereadora do PSOL? Ah já sei quem matou não foi a policia

  • Lucio disse:

    Falar mal de pm que vai pra ocorrência de estouro de banco com bando fortemente armados é fácil, difícil é se por no lugar dele!
    Saiam de suas zonas de conforto, botem a cara na rua onde esta havendo um roubo a banco pra ver se os bandidos tem dó de algum de vós. É fácil criticar né?
    E não adianta dizer, á mas os pms são preparados pra isso. Amigo dentro da farda tem hum ser humano que esta sujeito a erros, acontecesse que o erro de um pm pode valer a vida dele ou de outra pessoa, pois quando se picha o gatilho de uma arma não tem como freiar o projétil.

    • Ulisses disse:

      Pra deixar bem claro que ninguém está falando mal da corporação. Quem errou que pague pelo erro. Simples assim.

  • paulo disse:

    porquer este policial não acerta um bandido que arromba banco, mais uma pessoa de bem ele a certa.

  • genaldo franca correia disse:

    a pmpb não passa por cima de coisas erradas se houver erro vai apurar e responsáveis vai pagar trabalhamos com a sociedade e ols homens de bem certamente vai ser apurado não vamos so meter culpa em toda a pmpb somos a melhor do pais respeitamos o ser humano

  • Pedro Gabriel disse:

    Não quero falar mal da instituição polícia militar. Mesmo porque as instituições são perenes. Mas, que a polícia errou, errou. Atira primeiro e pergunta depois. Não está certo. Já não bastasse o cidadão ser morto pelos bandidos. Lamentável!

  • Francinilda disse:

    Essa policia e despreparada!quero ver se vai ficar por isso mesmo!e outra esse policial deve ter entrado na policia no tempo que amarrava cachorro com linguiça!tem policial que não sabe assinar nem o nome kkkkkkkk

  • David disse:

    Mata primeiro e pergunta depois. Se você tiver desarmado e furar uma blitz,bala. Essa é a polícia paraibana. Covardia total. Em Manaíra a polícia mata um cidadão desarmado, pelas costas, só porque não atendeu aos pedidos de parar. São despreparados.

    • Ednaldo disse:

      Quem fura blitz esta errado e pode levar bala, evite essa situação. Ja nesse caso se o policial errou, vai ter q responder pelo seus atos.

  • Parahybano disse:

    mudem essa frase “Testemunha diz que PM matou vigilante inocente: ‘Tentei avisá-los’ ” está parecendo que os PMs mataram o cidadão inocentemente, sem dolo. o que estamos vendo que não foi. coloquem “PM mata cidadão à sangue frio”.

  • KKKKKKKKKKKKK acho pouco disse:

    Como sempre a policia tira o dele da reta, agora se fosse um policial baleado e morto, eles já tinham suas justificativas…. Respeito muito a polícia, mas se foi um policial que o matou, a justiça tem de ser feita……..afinal, ninguem está acima da lei….. fatalidade não foi…. foi sim uma falta de experiencia por parte do policial que atirou, quero ver o desfecho desse crime…..

    • heraldo disse:

      COMENTARIO IDIOTA…SE A POLICIA ERRA É ERRO E PODE SER AVERIGUADO AGORA A BANDIDAGEM FALZ MALDADES ALEATORIAS. NAO SE PODE GENERALIZAR A POLICIA.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.