Moeda: Clima: Marés:
Início Justiça

TRE-PB devolve processo contra Ricardo Coutinho ao TJPB

Processo agora volta à mesa do desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator dos processos oriundos da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba

O Plenário do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba decidiu, nessa segunda-feira (25), que não tem competência para julgar o principal processo no âmbito da Operação Calvário, que tem como alvos o ex-governador Ricardo Coutinho (PT), as deputadas Cida Ramos (PT) e Estela Bezerra (PT). As informações são do Blog Sony Lacerda.

A ação também atinge os ex-secretários Waldson de Souza, Gilberto Carneiro, Livânia Farias e Cláudia Veras, além do ex-senador Ney Suassuna, da ex-prefeita de Conde Márcia Lucena e outros investigados.

Antes de iniciar o julgamento sobre a competência, a Corte já tinha rejeitado um pedido de Gilberto Carneiro, para que o réu fizesse a sustentação oral.

O grupo é acusado pelo crime de organização criminosa e desvio de recursos das áreas de Saúde e Educação, através de contratos firmados pelo Governo Ricardo Coutinho com organizações sociais.

O parecer do relator Roberto D’Horn Moreira Monteiro da Franca Sobrinho, foi pela não competência do julgamento do processo por parte da Corte Eleitoral.

“No caso, observa-se que o Ministério Público, o Tribunal de Justiça da Paraíba e a Procuradoria Regional Eleitoral, destacaram que na apuração do processo não se vislumbrou crime eleitoral. De fato, a leitura verifica-se a ausência de qualquer imputação de qualquer crime eleitoral aos acusados”, disse o magistrado em seu voto.

O voto foi seguido por Arthur Fialho, José Ferreira Ramos, Fábio Leandro e Bianor Arruda Bezerra.

O processo agora volta à mesa do desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator dos processos oriundos da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.