Treinador do Botafogo-PB está contrariado com altos e baixos no rendimento do time

Ele tem feito uma série de mudanças da equipe, nos treinos e nos jogos, mas não consegue encontrar a melhor formação
Gérson Gusmão (Foto: Divulgação/Botafogo-PB)

Nas três partidas disputadas até agora na Série C do Campeonato Brasileiro, o Botafogo da Paraíba não manteve a mesma pegada. Não fez boa apresentação contra o Ferroviário-CE no empate de 0 a 0. Depois fez uma apresentação espetacular vencendo o Paysandu-PA por 2 a 1, mas voltou a decepcionar na derrota para o Volta Redonda-RJ por 2 a 1.

Esse comportamento no rendimento técnico, com altos e baixos de jogo para jogo, tem deixado o treinador Gerson Gusmão desapontado. Ele tem feito uma série de mudanças da equipe, nos treinos e nos jogos, mas não consegue encontrar a melhor formação.

Com uma vitória, um empate e uma derrota, o Botafogo soma quatro pontos, em três rodadas. Mas a maior preocupação do treinador do Belo é encontrar um equilíbrio de jogo. O objetivo é manter uma base e assim construir uma formação com sustentação.

O zagueiro e capitão do time, Wiliam Machado, reconhece essas dificuldades que aos jogadores têm encontrado ao longo da competição. “A gente tem feito partidas boas, mas não tem conseguido manter esse equilíbrio. O professor Gusmão tem conversado com o grupo, para o time melhorar”.

Melhor como visitante

Segundo o zagueiro Wiliam Machado, a equipe que joga como visitante se favorece melhor. “Os times da casa sempre jogam preocupados em não errar. Com isso, o visitante procura tirar proveito. O Botafogo tem conseguido jogar melhor fora de casa. Porém, precisamos jogar bem tanto fora, como em casa também. Só assim, poderemos conseguir uma boa campanha no Campeonato Brasileiro”, disse Wiliam Machado.

Comentários

  • Ricardo Burity, o técnico Géson Gusmão, esta fazendo um excêlente trabalho de recuperação do Belo. Vai dá tudo certo! disse:

    O técnico Géson Gusmão, está realizando um excelente trabalho de recuperação no Belo. As lesões graves de jogadores, tem prejudicado muito à estabilidade da equipe. Todos precisão no momento de mais tempo, para trablhar e organizar a equipe, com as novas contratações. Beloooooo campeão da série C 2021.

  • Maria José Silva disse:

    Sou Belo de coração, acho que os Dirigentes, deveriam investir mais na série C. Pois será a última competição do Botafogo em 2021. Já não temos Copa do Brasil em 2022. Não desmerecendo o time do Sousa, mais teremos de assistir de Camarote em 2022. Chega de errar tanto, já não basta 2020, que quase seríamos rebaixado pra D. Pense nisso investir hoje, será o lucro de amanhã. O Belo é João Pessoa e a Paraíba. Série B já esperamos tanto. O Juventude, que fomos campeão em cima deles 2013, hoje está na série A. Se investir chega lá, pense nisso!!!

  • Edivaldo Luciano disse:

    Acho que o Botafogo deveria dispensar Juninho e Marcos Aurélio, não estão jogando nada. Reforçar com um camisa 10 de qualidade, que faça a diferença e um centro-avante bom! Que tal esse 9 ex treze, João Leonardo, muito bom esse jogador

  • Rubens Ferreira da Silva disse:

    Moro em Brasília a alguns anos. Mais sempre fui e serei mais um BOTAFOGUENSE na minha vida .gostaria no entanto de pedir se não seria o caso de alguns empresários da nossa capital unirem forças para financiar a compra ou até mesmo um CENTROAVANTE de nome no futebol nacional o qual na minha modesta opinião é o principal item desse limitado time do GLOROSO.

  • Honorio disse:

    O bota tem que jogar por uma bola tanto fora quanto dentro de casa.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.