Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Tremor é registrado no Nordeste, mas especialistas negam risco de tsunami

Um tremor de magnitude 5,8 na escala Richter foi registrado no Oceano Atlântico, nas proximidades do Nordeste brasileiro, nesse domingo (4). O assunto virou tendência nas redes sociais e internautas levantaram a possibilidade de tsunami, o que já foi descartado por especialistas.

De acordo com o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o epicentro foi a 740 km de distância de Fernando de Noronha, 1.100 km de distância do litoral Potiguar e 100 km a Leste do Arquipélago de São Pedro e São Paulo. João Pessoa está a uma distância de 1.191 km do epicentro.

O evento foi registrado por várias redes sismográficas mundiais e também por aquelas que fazem parte da rede no Brasil. Ainda de acordo com o laboratório da UFRN, o hipocentro do tremor teve profundidade estimada em 10 km e a movimentação da falha foi do tipo sem rejeito deslocamento) vertical. Eventos com esse tipo de movimentação não têm potencial de gerar tsunamis, ressalta a nota divulgada pelo laboratório.

“Eventos sísmicos nessa região são comuns, pois trata-se de uma zona de borda de placas tectônicas. O hipocentro teve sua profundidade estimada em 10 km de profundidade e a movimentação da falha foi do tipo sem rejeito (deslocamento) vertical. Eventos com esse tipo de movimentação não têm potencial de gerar tsunamis. De qualquer maneira, é de vital importância o monitoramento desta região”, diz o comunicado.

Comentários

Rita de Cássia Gomes disse:

De certa forma, por mais que os especialistas dizeem que episódios dessa natureza serem comuns nessa região, não deixa de colocar a população intranquila. Eu, sinceramente, estou!

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.