Início Notícias

Vazão de Boqueirão para Acauã é reduzida, diz Dnocs

O coordenador do Departamento Nacional de Obras Contas as Secas (Dnocs), Alberto Gomes, desfez o que disse a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) e explicou nesta sexta (20) que a vazão de água do açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, para Acauã foi apenas reduzida. A Aesa afirmou nessa quinta (19) que as comportas iriam ser fechadas.

Leia também: Liberada vazão de água de Boqueirão para Acauã; vídeo

Existe uma resolução conjunta da Aesa e da Agência Nacional das Águas (ANA) que determina a abertura das comportas de Boqueirão para abastecer Acauã, que se encontra em estado crítico, com apenas 14,7 milhões de metros cúbicos (m³) de armazenamento, ou 5,83% do total de 313,2 milhões de m³ que pode armazenar.

Ficou definido que até 30 de junho deste ano a vazão nas comportas do açude será de 0,8 m³ por segundo, antes era de 2 m³ por segundo. O coordenador afirmou que é uma ação conjunta, mas o Dnocs só cumpre o que a ANA determina.

“Comunicamos à Aesa e à Agência Nacional das Águas (ANA) que as comportas iriam ser fechadas nessa quinta-feira caso não emitissem a resolução, mas, a resolução foi emitida também nessa quinta, dentro do prazo estabelecido, e tudo foi resolvido’’.

O presidente da Aesa, João Fernandes, confirmou, nesta sexta (20), que só foi mantido o termo que já tinha sido aprovado pelo Dnocs e pela ANA. “Até o fim de junho, Acauã continuará recebendo água de Boqueirão”.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.