Vereador pede ampliação de emenda para obras na barreira do Cabo Branco

31
COMPARTILHE

O vereador Eduardo Carneiro (PRTB) apresentou requerimento, na Câmara Municipal de João Pessoa, solicitando do Ministério do Turismo, a ampliação do prazo da emenda parlamentar, que destina cerca de R$ 6 milhões para o projeto de contenção da falésia do Cabo Branco.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Inicialmente, a proposta havia sido defendida pelo ex-senador Wilson Santiago, e depois, reapresentada pelo deputado federal Wilson Filho (PTB-PB).

De acordo com Eduardo, como a prefeitura da Capital ainda não iniciou projeto, os recursos se expiram nesta quinta-feira (30). O parlamentar disse que a inércia da prefeitura não pode prejudicar a cidade que está prestes a perder uma verba vultosa. “Apelamos para a sensibilidade do ministro do Turismo para que prorrogue o prazo, por mais três meses, já que todas as prorrogações possíveis foram esgotadas, sob pena de a cidade de João Pessoa ser penalizada com a perda da metade dos recursos necessários para a conclusão da obra”, destacou.

Eduardo Carneiro lembrou que na próxima semana, a Câmara da Capital realizará audiência pública para discutir o assunto e dar continuidade a essa luta, que deve ser abraçada por todos, inclusive pela população da cidade. “Através do nosso gabinete, a Câmara vai realizar essa audiência pública, reunindo todas as autoridades envolvidas, para que essa situação possa ser resolvida o quanto antes. Estamos diante de um importante ponto turístico não só da cidade de João Pessoa, mas de todo o país, por isso a nossa preocupação com o tema”, comentou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas