Moeda: Clima: Marés:
Início Justiça

Acusado de matar taxista responderá em regime semiaberto, em João Pessoa

Crime aconteceu no bairro do Bessa, em João Pessoa, no dia 15 de fevereiro de 2019. O criminoso foi condenado a 16 anos de prisão
Crime aconteceu em 2019 (Foto: Reprodução)

O ex-corretor de imóveis Gustavo Teixeira Correia, condenado a 16 anos de prisão pelo assassinato do taxista Paulo Damião dos Santos, responderá em regime semiaberto. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro de 2019, em João Pessoa.

A decisão da Justiça concedeu uma remição da pena ao condenado que passou cinco anos e três meses em regime fechado. A remição foi feita conforme Gustavo lia os livros indicados pela direção da penitenciária em que estava, e escrevia uma resenha literária sobre eles. A cada livro lido, são reduzidos quatro dias da pena.

O bom comportamento do detento também contribuiu para a liberdade condicional mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Gustavo foi condenado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba em 2022 por homicídio duplamente qualificado e porte ilegal de armas.

O crime

No dia 15 de fevereiro de 2019, imagens de câmeras de segurança registraram quando o taxista tenta estacionar o veículo, no bairro Bessa em João Pessoa. Enquanto ele faz a manobra, duas pessoas tentavam passar na via em um Renault Clio branco, mas não conseguem justamente por causa do táxi.

Gustavo Teixeira estava no banco do carona e desce do veículo irritado. O suspeito vai até a janela do táxi, começa uma discussão, saca a arma da cintura, dispara alguns tiros na vítima e segue andando.

Paulo Damião dos Santos ficou gravemente ferido e chegou a ser socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa, mas não resistiu e morreu.

Receba todas as notícias do Portal Correio no WhatsApp

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.