Ator teria sido morto por causa de celular; polícia divulga vídeo

Suspeito foi levado para a Central de Polícia no Geisel, na Zona Sul de João Pessoa. Segundo a PM, ele seria usuário de drogas e já teria sido preso por outros crimes

1366
COMPARTILHE

Um homem de 29 anos foi preso no fim da tarde desta quarta-feira (9) suspeito de matar o ator e professor de teatro Simão Almeida da Cunha, de 28 anos, na madrugada de domingo (6), no Centro de João Pessoa. As informações são da Polícia Militar à TV Correio. Imagens do crime foram divulgadas no início da noite. Confira no vídeo abaixo:

Conforme a PM, o suspeito foi identificado por meio de imagens de câmeras de segurança instaladas na região do crime e teria dito em depoimento que matou o ator porque ele se negou a dar o celular em um assalto. Ele já havia sido preso nessa semana por causa desse assassinato, mas foi liberado porque a Polícia Civil não tinha provas suficientes.

O suspeito foi levado para a Central de Polícia no Geisel, na Zona Sul de João Pessoa. Segundo a PM, ele seria usuário de drogas e já teria sido preso por outros crimes.

Suspeito do crime foi detido (Foto: Divulgação/PM)

O caso

O ator e professor de teatro Simão Almeida Cunha foi assassinado a facadas na madrugada de domingo (6), ao sair de um bar no Centro Histórico de João Pessoa. Natural de Campina Grande, ele estava de férias na Capital. A polícia deu início às investigações e trabalhava com a hipótese de latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

*Matéria atualizada às 21h15 para inclusão de vídeo e foto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas