Boqueirão está com quase 30% da capacidade (Chico Martins/Jornal Correio da Paraíba)

Boqueirão tem maior alta em mais de dez anos e encosta em 30%

Aumento de quatro pontos percentuais representa alta de 13,7 milhões de metros cúbicos, quase um metro a mais na lâmina de água

4306
0
COMPARTILHE

O açude Epitácio Pessoa, na cidade de Boqueirão, saltou de 25% para 29% entre sábado (14) e esse domingo (15) a maior alta em mais de 10 anos de estiagem na região do Agreste e Cariri da Paraíba. Os dados são do Instituto Nacional do Semiárido (Insa).

O aumento de quatro pontos percentuais representa alta de 13,7 milhões de metros cúbicos, quase um metro a mais na lâmina de água. O açude segue com tendência de alta na quantidade armazenada.

Os dados positivos em Boqueirão são decorrentes das chuvas registradas em quase toda a Paraíba desde a semana passada e engrossam os números bons em açudes do estado, onde 11 reservatórios sangraram no fim de semana.

Segundo a Climatempo, nos últimos dias, tem chovido com frequência no Nordeste. A maior parte da chuva que cai sobre a Região está relacionada ao tempo quente e úmido e a áreas de instabilidade associadas à Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) que estão bastante ativas há alguns dias sobre a costa norte do Nordeste. A previsão do tempo indica mais chuvas para as próximas horas em todas as regiões da Paraíba.

Chuvas na região

Boqueirão abastece a região de Campina Grande, a segunda maior cidade do estado. De acordo com a Defesa Civil Municipal, áreas de risco em bairros como Pedregal, Rosa Mística e área do Distrito dos Mecânicos estão sob acompanhamento diário.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Ruiter Sansão, afirma que está atendendo a determinação do prefeito e às demandas da comunidade que necessita da presença dos agentes da Defesa Civil.

As equipes de campo estão sempre de sobreaviso para atender as principais áreas vulneráveis da cidade que são: Rua Severino Verônica (Bairro da Conceição), Rua Tianguá (Bairro das Cidades). Rua São Geraldo (Pedregal), Ponte do Cruzeiro, Vila dos Teimosos, Rua Manoel Paulino Raposo (Catolé), Rua Manoel Leonardo Gomes (Jardim Paulistano), Invasão da Deise (Catingueira), Grotão (Sandra Cavalcante) e Rua Manoel Mota (Catingueira).

Notícias mais lidas