Início Política

CPI da ‘indústria das multas de trânsito’ é extinta na ALPB

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, extinguiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) constituída na Casa com o objetivo de, no prazo de 120 dias, investigar e apurar a indústria de multas de trânsito no Estado da Paraíba. Segundo a decisão, publicada no Diário do Poder Legislativo (DPL) dessa quarta-feira (11), a extinção aconteceu por perda de objeto, já que a comissão foi formada em maio e nunca funcionou.

Na época, a bancada de oposição acusou os deputados governistas de criarem essa CPI apenas para tentar barrar a instalação de uma comissão para investigar a Cruz Vermelha Brasileira que administrava o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

Em maio também foram criadas as Comissões Parlamentares de Inquérito do Feminicídio e dos crimes contra a população LGBT.

A proposta da CPI do Feminicídio é a deputada Cida Ramos (PSB). A CPI tem como objetivo, em 90 dias, apurar, debater e indicar políticas públicas de enfrentamento ao feminicídio na Paraíba. Na semana passada, os deputados aprovaram a prorrogação da comissão para que possa continuar a investigar os crimes contra as mulheres paraibanas.
Já a CPI presidida pela deputada Estela Bezerra (PSB) foi criada para apurar os atentados e crimes contra a população LGBT, na Paraíba.

*Texto de André Gomes, do Jornal Correio.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.