Moeda: Clima: Marés:
Início Legislativo

Data Magna da Marinha do Brasil é celebrada em sessão especial na Câmara de João Pessoa

Solenidade marcou a celebração da Batalha Naval do Riachuelo
Marinha
Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) realizou na tarde desta terça-feira (14), uma sessão especial para comemorar a data Magna da Marinha do Brasil. A solenidade foi proposta pelo presidente da CMJP, vereador Dinho (Avante) e marcou a celebração da batalha naval do rio Riachuelo, considerada um dos maiores triunfos da história das Forças Armadas do Brasil. A Assembleia Legislativa também homenageou o evento histórico.

O presidente da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), Marcos Souto Maior Filho, justificou a sessão e disse que era uma satisfação participar de um momento tão especial. “Essa data para os que fazem a Marinha é muito importante. Foi a partir da batalha que aconteceu há 157 anos que foi dado um passo largo para a vitória da tríplice aliança e de poder afastar de vez as invasões que estavam acontecendo em Mato Grosso e no sul do país e que tentavam abocanhar parte do nosso território”, afirmou.

O desembargador Romero Marcelo disse que às vezes para defender uma colina ou uma determinada posição, é preciso que o cumprimento do dever fale mais alto. “Foi justamente essa a mensagem do Almirante Barroso. O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever e essa é a mensagem que eu gostaria de entoar no dia de hoje”, acrescentou.

Para o vereador Carlão (PL), o respeito às forças armadas, à Marinha do Brasil e a lembrança dessa guerra devem ser mantidos. Ele pontuou ser necessário relembrar porque estamos aqui e podemos falar de vitória, de liberdade, para dizer que se preciso for pegaremos em armas, para mostrar uma realidade. “A natureza humana a todo tempo nos convida a ser do bem ou a ser do mal e o que passa para gente uma segurança numa ordem social, é ter uma força armada preparada, é celebrar os tempos de guerra e de batalha”, acrescentou. 

O capitão de fragata da Marinha, Erijansen de Souza Maciel, afirmou que o que fez a diferença na batalha naval do Riachuelo foram os líderes navais e os militares que lá estavam determinados. “A partir do momento em que você manda os seus militares para o front, para a guerra, em que você não sabe qual será o resultado final, advém daí o poder da liderança, que cada um de nós devemos ter, não só no nosso trabalho, mas na condução das nossas vidas e das nossas famílias”, pontuou.

Na ocasião, como forma de agradecimento, o capitão de fragata Erijansen de Souza Maciel entregou um brasão da Capitania à Casa Napoleão Laureano e que foi recebido pelo vereador Carlão. 

Batalha do Riachuelo

A Batalha Naval do Riachuelo é considerada um dos maiores triunfos da História das Forças Armadas do Brasil. A deflagração coincide com a Guerra do Paraguai, onde o Brasil juntou forças com a Argentina e o Uruguai. O início da guerra só tomou forma mediante o ambicioso projeto expansionista do governo paraguaio. O conflito naval acontecido no Rio Riachuelo foi considerado de suma importância para a vitória da Tríplice Aliança (Brasil, Uruguai e Argentina) frente às forças paraguaias.

Palavras Chave

Legislativo

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.