gastos com pessoal
O Tesouro Nacional concluiu que os gastos estão acima do permitido (Foto: Divulgação)

Deputados novatos e reeleitos gastam milhões em campanhas

Portal Correio levantou valores declarados pelos deputados federais e estaduais até as 10h desta quinta-feira (11). Eles têm até 6 de novembro para concluir a prestação de contas

1338
COMPARTILHE

As prestações de gastos feitas no sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (Divulgacand) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que quantias milionárias foram movimentadas pelos deputados estaduais e federais eleitos pela Paraíba em 2018. Os valores mencionados tomam como base consulta feita pelo Portal Correio até as 10h desta quinta-feira (11). Os eleitos têm até 6 de novembro para concluir a prestação de contas.

Câmara Federal

Entre os deputados federais novatos, os gastos declarados totalizam R$ 1.028.574,63. A maior despesa até então tinha sido a de Frei Anastácio (PT), quase R$ 523,5 mil. O menor valor declarado era o de Edna Henrique (PSDB), cerca de R$ 108,2 mil.

Por outro lado, a campanha dos reeleitos já custava R$ 6.800.878,17. Wilson Santiago (PTB) havia declarado a maior quantia, R$ 1,6 milhão. Aguinaldo Ribeiro (PP) tinha a menor despesa, R$ 191 mil cravados.

Veja gastos dos deputados federais eleitos:
  • Gervásio Maia (PSB) – R$ 232.483,79
  • Damião Feliciano (PDT) – R$ 329.635,50
  • Hugo Motta (PRB) – R$ 860.706,49
  • Frei Anastácio (PT) – R$ 523.405,95
  • Wilson Santiago (PTB) – R$ 1.611.033,41
  • Efraim Filho (DEM) – R$ 1.030.039,68
  • Pedro Cunha Lima (PSDB) – R$ 1.084.816,86
  • Edna Henrique (PSDB) – R$ 108.283,89
  • Ruy Carneiro (PSDB) – R$ 820.053,73
  • Julian Lemos (PSL) – R$ 164.401,00
  • Aguinaldo Ribeiro (PP) – R$ 191.000,00
  • Wellington Roberto (PR) – R$ 873.592,50

Assembleia Legislativa

Entre os eleitos pela primeira vez para o cargo de deputado estadual, os gastos somam, até o momento, R$ 3.122.578,62. Wilson Filho (PTB) tinha a maior despesa, R$ 547 mil. O menor gasto até então era de Felipe Leitão (Patriota), com pouco mais de R$ 4 mil declarados.

Dos reeleitos, Camila Toscano (PSDB) era a deputada com despesas mais expressivas, quase R$ 374 mil. Inácio Falcão (PCdoB) havia declarado o valor mais baixo, pouco mais de R$ 11 mil. Somados, os gastos de todos candidatos que tiveram mandatos renovados na ALPB ultrapassavam a casa dos R$ 2,4 milhões.

Veja os gastos dos deputados estaduais eleitos:
  • Cida Ramos (PSB) – R$ 293.750,19
  • Adriano Galdino (PSB) – R$ 122.185,32
  • Ricardo Barbosa (PSB) – R$ 64.003,06
  • Estela Bezerra (PSB) – R$ 116.764,55
  • João Gonçalves (Podemos) – R$ 63.850,00
  • Doda de Tião (PTB) – R$ 39.957,50
  • Nabor Wanderley (PRB) – R$ 178.959,78
  • Edmilson Soares (Podemos) – R$ 28.990,00
  • Wilson Filho (PTB) – R$ 547.052,70
  • Branco Mendes (Podemos) – R$ 44.150,20
  • Jeová Campos (PSB) – R$ 173.647,01
  • Hervázio Bezerra (PSB) – R$ 66.758,70
  • Inácio Falcão (PCdoB) – R$ 11.155,85
  • Buba Germano (PSB) – R$ 115.683,78
  • Pollyana Dutra (PSB) – R$ 173.668,68
  • João Henrique (PSDB) – R$ 84.300,10
  • Manoel Ludgério (PSD) – R$ 15.950,00
  • Anderson Monteiro (PSC) – R$ 155.194,12
  • Camila Toscano (PSDB) – R$ 373.819,25
  • Paula Francinete (PP) – R$ 72.719,59
  • Galego de Souza (PP) – R$ 130.654,30
  • Tovar Correia Lima (PSDB) – R$ 202.719,14
  • Tião Gomes (Avante) – R$ 101.031,80
  • Taciano Diniz (Avante) – R$ 61.243,14
  • Genival Matias (Avante) – R$ 97.651,80
  • Junior Araujo (Avante) – R$ 26.597,31
  • Cabo Gilberto Silva (PSL) – R$ 9.400,00
  • Moacir Rodrigues (PSL) – R$ 49.901,80
  • Eduardo Carneiro (PRTB) – R$ 59.297,35
  • Bosco Carneiro (PPS) – R$ 66.195,00
  • Doutor Érico (PPS) – R$ 6.130,00
  • Chió (REDE) – R$ 115.409,39
  • Walber Virgulino (Patriota) – R$ 13.653,15
  • Felipe Leitão (Patriota) – R$ 4.088,20
  • Caio Roberto (PR) – R$ 126.429,50
  • Raniery Paulino (MDB) – R$ 166.313,05

Os comentários estão desativados.

Notícias mais lidas